Empresas CTT estima queda do EBITDA em 2016 até 7% mas mantém dividendos

CTT estima queda do EBITDA em 2016 até 7% mas mantém dividendos

Os CTT antecipam uma queda superior ao previsto do correio no último trimestre do ano. E o contexto leva a empresa a antecipar uma queda de até 7% do EBITDA . Os números finais serão conhecidos a 9 de Março.
CTT estima queda do EBITDA em 2016 até 7% mas mantém dividendos
Miguel Baltazar/Negócios
Sara Antunes 27 de janeiro de 2017 às 19:07

Os CTT estimam que a redução de 4,2% do correio no quarto trimestre implique uma redução entre "4% e 5% nos rendimentos operacionais de 2016", revela a empresa liderada por Francisco Lacerda em comunicado enviado para a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

 

A previsão anterior apontava para uma descida do correio próxima de 3%, mas os feriados que ocorreram no final do ano levou a que a queda fosse superior. Por outro lado, as "iniciativas de crescimento de receita", que teriam um "impacto limitado", não terão qualquer impacto nos rendimentos em 2016.

 

No último comunicado sobre as estimativas da empresa para 2016, os dados apontavam para que a meta de EBITDA traçada fosse "difícil de atingir", contudo o "forte desempenho do terceiro trimestre" constituía uma "base sólida" para o segundo semestre do ano. No entanto, os dados do último trimestre levaram a uma deterioração desta perspectiva. E a empresa antecipa agora uma queda "de 4% a 7% no EBITDA recorrente do ano 2016 (excluindo Banco CTT)", acrescenta a mesma fonte.

 

"Apesar desta actualização, a administração reafirma que poderá propor um dividendo mínimo de 0,48 euros por acção para 2016, pagável em 2017", adianta o comunicado. Este valor corresponde a um crescimento de 2,1% face a 2015.

 

Quando apresentaram os resultados do terceiro trimestre, tendo revelado uma queda de 9,1% para 46 milhões dos resultados líquidos, os CTT reiteraram o pagamento do dividendo.

 

(Notícia actualizada às 19:34 com mais informação)




A sua opinião22
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 30.01.2017

GRANDE SAQUE !!!

Anónimo 29.01.2017

https://goo.gl/forms/5NG11J4NNSpEtum92

Obrigado!

Anónimo 29.01.2017

Os acionistas dos CTT vão receber dividendos, como receberam os acionistas banif, BES, BPN, etc até que um dia também acabam como eles, sem dividendos e sem acções, e passam a se chamar, os lesados dos CTT....pensem nisso.

Anónimo 29.01.2017

Os CTT devem um bilião euros, tem 14 mil trabalhadores, dos quais 3000 estão serviços administração, tem que se alimentar essa gente, carros, cartões credito, ajudas custo prémios, sem dinheiro caixa o banco serve para camuflar, e ter dinheiro sempre pronto fazer face dia dia banco serve para isso.

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub