Aviação Iberia reforça Porto-Madrid com mais voos e aviões maiores

Iberia reforça Porto-Madrid com mais voos e aviões maiores

A partir de Março de 2018, a companhia passa a voar 50 vezes por semana entre a cidade Invicta e a capital espanhola. A rota vai ser servida por aviões A319 e deixa de ser operada pela filial regional Air Nostrum.
Iberia reforça Porto-Madrid com mais voos e aviões maiores
DR
António Larguesa 08 de novembro de 2017 às 14:01

Mais dois voos por semana e aviões com maior capacidade a fazer a ligação entre Porto e Madrid. Estas são as principais novidades da Iberia para 2018 no mercado português, mantendo a oferta nos restantes aeroportos nacionais - nomeadamente os 66 voos por semana entre as capitais da Península Ibérica.

 

A partir de Março do próximo ano, a companhia espanhola vai operar 50 voos por semana nesta rota, em vez dos actuais 48. E vai passar a voar entre as duas cidades com aviões A319, com capacidade até 141 passageiros, mais 41 do que os aparelhos que agora servem esta rota.

 

Nas contas da Iberia, que esta manhã apresentou as novidades em conferência de imprensa, entre as classes executiva e económica, serão assim disponibilizados mais de 332 mil lugares nos voos entre a cidade Invicta e a capital espanhola, o que representa um aumento de 28% em relação a 2017.

 

Outra mudança relevante é que todos os voos nesta rota, que começou a ser trabalhada pela companhia em Março de 1982, passam a ser operados pela Iberia, deixando assim de ser usada a Air Nostrum, a filial da companhia para os voos regionais. 

A responsável comercial da Iberia, Célia Muñoz, vê uma
A responsável comercial da Iberia, Célia Muñoz, vê uma "clara oportunidade" para a companhia espanhola no aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto.
Paulo Duarte

Célia Muñoz, directora comercial da Iberia para a Europa, Médio Oriente, África e Ásia, salientou que a companhia está a "adaptar a operação face à procura pelas viagens turísticas e empresariais" na rota Porto-Madrid, que nos primeiros nove meses deste ano aumentou cerca de 10%. "É uma clara oportunidade", acrescentou a responsável, sem avançar com números concretos ou estimados sobre a lotação dos voos.

 

É que, além do voo directo para Barajas, com os horários disponibilizados, os passageiros que embarcam e desembarcam no aeroporto Francisco Sá Carneiro passarão a ter contacto com um total de 93 destinos, em ligação via Madrid. Entre eles, conexões a 35 cidades europeias (27 em Espanha), a 18 na América Latina e a sete em África, como Joanesburgo.

 

Procura a crescer em Portugal

 

Além de Madrid, nos voos de e até ao Porto, os mercados com maior tráfego aéreo são Rio de Janeiro, São Paulo, Nova Iorque, Valência, Cidade do México, Bilbao e Bolonha, detalhou a directora da companhia fundada há 90 anos e que faz parte do IAG (International Airlines Group), que é também dono da British Airways.

 

Em Portugal, durante a época de Verão, aos voos de Madrid para o Porto e Lisboa - este foi mesmo o primeiro destino internacional da Iberia, em 1939 -, a companhia soma voos entre Faro e Madrid; do Funchal à capital espanhola, a Santiago de Compostela e a Bilbao; de Lisboa a Menorca, Palma de Maiorca e Santander; e do Porto a Menorca.

 

Em 2017, o grupo Iberia vai disponibilizar mais de 812 mil lugares nos seus voos entre Portugal e Espanha, sendo que as contas oficiais apontam para um aumento de 16% no número de passageiros transportados nestes voos no ano passado, face ao período homólogo.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
RS Há 2 semanas

Excelentes notícias. Este é o resultado da TAP ter desinvestido no Porto. Vai começar agora a pagar caro esta estratégia. Os Portuenses preferem usar o hub de Madrid (com muitos mais voos e preços melhores) do que ir a Lisboa em aviões velhos e com horários pouco fiáveis.

pub