Empresas Lucros da Sonae recuam 3,1% para 138 milhões

Lucros da Sonae recuam 3,1% para 138 milhões

O grupo de distribuição registou um volume de negócios de 3,88 mil milhões de euros até Setembro, mais 6,7% do que nos primeiros nove meses de 2015. O EBITDA melhorou 3,1% no período.
Lucros da Sonae recuam 3,1% para 138 milhões
Ângelo paupério é co-CEO da Sonae SGPS, junatamente com Paulo Azevedo.
Isabel Aveiro 09 de Novembro de 2016 às 19:52

O grupo Sonae consolidou um resultado líquido, após interesses minoritários, de 138 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, um recuo de 3,1% face a igual período do ano passado, anunciou esta quarta-feira, 9 de Novembro, a SGPS ao mercado.

No período em análise, o EBITDA (resultados antes de juros, impostos, amortização e depreciação) foi de 301 milhões de euros, um crescimento de 3,1% face ao consolidado um ano antes.

No comunicado ao mercado, a gestão da empresa liderada por Paulo Azevedo e Ângelo Paupério adianta ainda que a SGPS registou um resultado directo, antes de interesses minoritários, de 120 milhões de euros, mais 18,1% dos que nos primeiros nove meses de 2015. O resultado indirecto, por seu turno, caiu 51,9%, para 21 milhões de euros.

Entre Janeiro e Setembro deste ano, a companhia que agrega os hipermercados da Sonae MC, o retalho não alimentar da Sonae SR, os centros comerciais da Sonae Sierra, a Nos e várias tecnológicas registou um volume de negócios de 3,88 mil milhões de euros, mais 6,7% do que em igual período do ano passado.

A área de retalhos alimentar, concentrada na Sonae MC, registou um volume de negócios de 2,65 mil milhões de euros, mais 5,3% do que no períod homólogo. Já o retalho não alimentar, especializado, agregado na Sonae SR, teve um volume de negócios de mil milhões de euros nos primeiros nove meses, mais 9,9%. Sonae Sierra e Sonaecom já tinham apresentado resultados de forma autónoma.

A estimativa do Caixa BI era de um resultado líquido de 114 milhões de euros e de receitas de 3,82 mil milhões de euros, para um EBITDA de 203 milhões.




A sua opinião10
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 4 semanas

Acima do quê? Da mediocridade? Alguém ainda investe 1 eur neste grupo de incompetentes?

Anónimo Há 6 horas

Um bom resultado,acima do esperado.

Anónimo Há 7 horas

Fortes resultados!Onde e que anda o HAITONG?

Anónimo Há 7 horas

Bons resultados.Uma estrutura forte no seu balanco!

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub