Empresas Maior fabricante mundial de botões investe mais cinco milhões e cria 12 empregos

Maior fabricante mundial de botões investe mais cinco milhões e cria 12 empregos

A Louropel, que fabrica 10 milhões de botões por dia em Famalicão e fornece o Exército dos Estados Unidos, vai investir cinco milhões de euros na ampliação das suas instalações industriais. Emprega 245 pessoas e prevê criar mais uma dúzia de postos de trabalho.
Maior fabricante mundial de botões investe mais cinco milhões e cria 12 empregos
A Louropel produz, em média, cerca de 10 milhões de botões por dia.
Rui Neves 13 de junho de 2017 às 17:52

Fundada em 1966 por Carlos Rego, que faleceu em 2010, sendo actualmente liderada pelo seu filho, Avelino Rego, a Louropel começou por acompanhar o ritmo de crescimento da indústria têxtil e de confecções do Vale do Ave, que absorvia a esmagadora maioria da produção da fábrica.

 

A partir dos anos 90, perante o fecho em catadupa das grandes fábricas têxteis - indústria que está novamente em alta em Portugal -, a Louropel, que tinha capacidade excedentária, virou-se para os mercados externos. Decidiu então  investir fortemente na abertura de duas novas frentes industriais, ambas com novos processos de produção.

 

Resultado: Em Louro, Vila Nova de Famalicão, mora a maior fabricante mundial de botões, exportando a esmagadora maioria da sua produção para mais de 40 países, com destaque para a Europa e os Estados Unidos.

 

A Louropel produz, em média, cerca de 10 milhões de unidades por dia e tem clientes como o Exército norte-americano e marcas de luxo como a Valentino, Hugo Boss, Giorgio Armani, Lacoste, Ralph Lauren e Lacoste.

 

Agora, para reforçar ainda mais a sua liderança mundial, a empresa arrancou com um novo investimento, que visa o aumento da capacidade produtiva e a diversificação da gama de produtos.

 

De acordo com a Câmara de Famalicão, a Louropel "já deu início à ampliação das suas instalações industriais, na freguesia de Louro, e vai também adquiri novos equipamentos com tecnologia de ponta".

 

Apesar do elevado grau de automatização, as três fábricas da Louropel empregam 245 pessoas e, com o novo investimento em curso, prevê criar mais uma dúzia de postos de trabalho, adianta ainda o município famalicense. Em 2013 (de acordo com os últimos dados publicados), a empresa facturou 12,5 milhões de euros e obteve lucros de 376 mil euros.

A Louropel continua a aposta na inovação. "A Louropel há muito deixou de se confinar ao poliéster, pelo que botões em metal, madeira ou borracha também fazem parte do seu portfólio", sublinha a autarquia, em comunicado.

 

A maior fabricante mundial de botões "destaca-se sobretudo pelos botões ecológicos biodegradáveis, produzidos com papel reciclado, farinha de sêmola, serradura de madeira, algodão, cortiça, corozo (fruto ácido importado da Colômbia) ou corno (que chega da Argentina). Uma das últimas novidades lançados no mercado são os botões ecológicos fabricados a partir do café, cuja patente mundial pertence à Louropel", enfatiza o município.




A sua opinião5
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 14.06.2017

Doze empregos para servir mais 1,2 milhões de pessoas é adequado. Se a empresa fosse pública ou capitalista de compadrio bolivariano ou de outro tipo, criava 1,2 milhões de empregos para servir doze pessoas.

Benjamin Button 13.06.2017

Como filho de uma costureira de alfaiate, o botão é um daqueles artigos que me desperta carinho e boas memórias de infância. Fiquei feliz de uma empresa Portuguesa dar cartas neste negócio e ter dimensão mundial. Votos de sucesso e vida longa para esta empresa. Obrigado por nos darem a conhecer.

surpreso 13.06.2017

12 empregos?Parabéns,Jorge,a vossa geringonça faz explodir o emprego!

PARABENS ! 13.06.2017

Parabens à Louropel. Desconhecia a existencia desta empresa. Mais uma de que Portugal se pode orgulhar. Tambem parabenizo o Negocios pelo facto de nos ter dado a conhecer esta empresa. Continuem a mostrar-nos o que Portugal tem de bom. Temos muita coisa boa que a maioria dos portugueses desconhece-

ver mais comentários
pub