Ricardo Salgado
Ricardo Salgado 08 de Janeiro de 2017 às 23:00

Mário Soares, um grande Português

Mário Soares chocou-se com nova destruição do Grupo Espírito Santo, agora por um PREC de direita, de políticos despreparados e sem a visão de Estado que sempre o caracterizou.

Faleceu um grande português. Um entre os maiores políticos do séc. XX e XXI a quem o País fica muito a dever.

Homem de grande coragem, enfrentou perseguições, prisões, deportações no período do antigo regime. Foi também com enorme coragem que percorreu o período da democratização e do PREC até à consolidação da democracia em Portugal.

O processo da descolonização portuguesa foi forçado pelas grandes potências e não devemos esquecer a teoria do dominó de Eisenhower para compreender o que aconteceu. É bom recordar a frase de Kissinger de que se Portugal evoluísse para o comunismo, seria uma vacina para a Europa. Apesar disso, Soares soube convencer os EUA de que valia a pena apoiar Portugal.

Foi pela mão de Mário Soares que Portugal fez a sua adesão à CEE, também devido às suas excelentes relações com personalidades como Mitterrand, Willy Brandt e Olof Palm.

Teve a lucidez de chamar os empresários espoliados em 1975, entre eles o Grupo Espírito Santo, o que contribuiu para um período de entrada de capitais sem precedentes que conjugava os fundos europeus aliados aos capitais destinados às reprivatizações. Isso permitiu reconstruir a economia do país.

Chocou-se com nova destruição do Grupo Espírito Santo, agora por um PREC de direita, de políticos despreparados e sem a visão de Estado que sempre o caracterizou.

Foi sempre um homem solidário, principalmente nos momentos mais difíceis dos seus amigos. Fui verdadeiramente seu amigo. Sinto-me reconhecido e agradecido pela amizade dedicada por si e por Maria de Jesus Barroso à minha família mais directa, e a mim, especialmente no período subsequente à desgraça que ocorreu a 3 de Agosto de 2014.


Sinto-me triste porque perdi um bom Amigo.

A sua opinião120
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Critica Há 1 dia

Bem, pena não ter especificado os favores que trocou com ele..., ou alguém acredita que o Soares fazia favores a capitalista, de quem tinha inveja, sem exigir algo em troca?

JARANES Há 4 dias

O VERDADEIRO SOCIALISMO
Ficamos a saber pela voz da filha de Mário Soares que este tinha por hábito deslocar-se a França, levando com ele desvalidos das zonas pobres de Lisboa e levava-os a almoçar e jantar nos restaurantes chiques de Paris e fulaneava com eles pelo Cartier Latin.
Tudo muito chique e muito socialista.

Resposta de JARANESa JARANES Há 3 dias

digo, Quartier Latin.

pertinaz Há 5 dias

RICARDO SALGADO SEMPRE PECOU POR EXCESSO DE CONFIANÇA E IMPUNIDADE

FICOU COM O HAITONG E ASPIRA A RECONSTRUIR O IMPÉRIO BES

APROVEITOU A MORTE DE UM DOS SEUS PAUS MANDADOS PARA SAIR DA TOCA

DENUNCIOU-SE E DENUNCIOU MÁRIO SOARES

UMA VERGONHA...

João PCP o PS será sempre menor em tudo Há 5 dias

Digam lá o que disserem mas nem com o aparato todo chegou para ultrapassar o número de pessoas que homenagearam o meu camarada Álvaro Cunhal

ver mais comentários
pub
pub
pub