Economia Lagarde destaca Portugal como "excelente exemplo"

Lagarde destaca Portugal como "excelente exemplo"

A directora-geral do Fundo Monetário Internacional incentivou o primeiro-ministro António Costa a prosseguir o "caminho positivo".
Lagarde destaca Portugal como "excelente exemplo"
Lusa
Nuno Carregueiro 24 de janeiro de 2018 às 14:03

Christine Lagarde deixou hoje fortes elogios ao desempenho da economia portuguesa, destacando que Portugal é um "excelente exemplo de um país comprometido na transformação da sua economia e que agora está a recolher os benefícios".

 

A mensagem da directora-geral do Fundo Monetário Internacional foi deixada hoje em Davos, na Suíça, onde à margem do Fórum Económico Mundial teve um encontro com o primeiro-ministro António Costa.

 

Numa nota enviada aos jornalistas pelo gabinete de imprensa do FMI, Lagarde assinala os desenvolvimentos positivos da economia portuguesa que resultam das medidas implementadas no passado, como a "renovação do crescimento, queda do desemprego, acesso sustentado ao mercado e capacidade para reembolsar a quase totalidade da dívida ao FMI antes dos prazos acordados".

 

O ministro das Finanças anunciou na segunda-feira que Portugal iria pagar mais 800 milhões de euros ao FMI, precisamente nesta quarta-feira, 24 de Janeiro. A economia portuguesa terá registado em 2017 o crescimento mais forte da década e a taxa de desemprego está no nível mais reduzido desde 2008.

 

Na nota, Lagarde diz ainda que teve oportunidade de congratular Mário Centeno pela eleição como presidente do Eurogrupo, tendo "encorajado" os dois responsáveis a prosseguir "este caminho positivo".


Com o pagamento desta tranche fica a faltar a Portugal pagar cerca de 4,5 mil milhões de euros do total do empréstimo do FMI, mas, agora, a uma taxa de juro mais reduzida, que rondará 1%.

 

"Congratulo-me que Portugal, graças à melhoria da sua situação económica, tenha hoje antecipado o último reembolso do empréstimo contraído com sobretaxa de juro. Há uma determinação colectiva do povo português, que é muito impressionante", observou Lagarde, em declarações aos jornalistas em Davos, citada pela Lusa.

Questionada se essa melhoria da situação económica de Portugal constituiu uma surpresa para o FMI, Christine Lagarde admitiu que "em certa medida sim", sobretudo em termos de ritmo de progresso. "Este desenvolvimento que estamos a observar em certa medida sim, mas o percurso económico do país tem sido sempre acompanhado com bons resultados. É uma muito boa novidade", acrescentou.

 
(notícia actualizada com declarações de Lagarde em Davos)




pub