Outros sites Cofina
C-Studio
Mais informações

C•Studio é a marca que representa a área de Conteúdos Patrocinados do universo Cofina.
Aqui as marcas podem contar as suas histórias e experiências.

Notícia

Universidade: três razões para esta ser a melhor escolha

Quer seja para uma licenciatura, mestrado, programa de executivos ou doutoramento, esta universidade é uma referência no ensino superior por vários motivos.

30 de Junho de 2021 às 10:47

Ingressar num curso superior, de que nível seja, é um grande passo e um momento especial na vida de qualquer pessoa, sobretudo se estivermos a falar de estudantes que estão a iniciar a vida adulta. Entrar na universidade certa é o atirar da primeira pedra num caminho que os leva até ao futuro que procuram. Deve ser, por isso, uma decisão ponderada que tem em conta diferentes fatores e um princípio: o acesso aos recursos que os vão ajudar e apoiar nesta jornada.


Na Universidade Europeia, em Lisboa, a base proposta para este caminho assenta numa oferta diversificada e inovadora, para uma aprendizagem ao longo da vida – desde as licenciaturas ao amplo conjunto de especializações direcionadas aos profissionais e executivos.



1. Oferta formativa: portefólio inovador



A Universidade Europeia criou toda a oferta formativa com base nas áreas da gestão, recursos humanos, desporto, direito, turismo, design e comunicação. Neste momento, conta com um portefólio recheado: 18 licenciaturas, sete duplas licenciaturas (já vamos falar sobre isto!), 11 mestrados, 29 programas de executivos e três doutoramentos. Com os olhos no futuro, o objetivo é reforçar as áreas core – além da gestão, também a tecnologia e as ciências sociais.


Este reforço vai ao encontro das exigências do mercado de trabalho, um dos pontos fortes desta instituição, que se adapta para dar resposta aos atuais e futuros desafios. E é com base também nestas respostas e exigências que conta com programas lecionados em português, mas também em inglês! São cinco licenciaturas globais e um master incluídos neste portefólio inovador e que representam para o estudante a oportunidade de realizar um semestre em mobilidade internacional numa universidade parceiraUniversity of California, Riverside (EUA), Berkeley, University of California (EUA), Dublin City University (Irlanda), Pace University’s Lubin School of Business (EUA), Rosen College of Hospitality Management (EUA) e McGill University (Canadá).


Inovação no portefólio
Licenciaturas duplas para um estudante duplamente preparado

• Direito + Gestão
• Gestão de Recursos Humanos + Gestão
• Turismo + Gestão Hoteleira
• Gestão Hoteleira + Gestão
• Psicologia + Recursos Humanos
• Ciências da Comunicação + Marketing e Publicidade
• Engenharia Informática + Informática de Gestão


Programas lecionados em inglês com um semestre numa universidade internacional

• Management
• Design Global
• Games Development
• Creative Technologies
• Sports Management
• Master in Management

2. Empregabilidade: linha da frente no emprego



Futuro é futuro e, por isso, todos os passos dados na Universidade Europeia têm também um objetivo: o sucesso. A partir do momento em que pisam o campus, os estudantes ficam em boas mãos, com a orientação certa para seguir paixões e perseguir sonhos.


A aprendizagem é baseada em projetos, numa faculdade formada por profissionais ativos, com ambientes simulados e baseados na educação interprofissional e com práticas profissionais que garantem uma taxa de empregabilidade acima de 97%. Em todo o caminho, o aluno é preparado para a transformação digital (mais uma vez, a tal adaptação às exigências do mercado), seja qual for a profissão escolhida.

Empregabilidade
Global 97,7%
Gestão 99,1%
Psicologia 98,9
Turismo 97,5%
Hotelaria 98,4%

Fonte: Infocursos, dados 2020

Aulas práticas laboratoriais, shadowing, professional talks, workshops, contacto com várias empresas através de seminários, casos reais e visitas de estudo fazem parte do dia a dia da universidade. Com este método de experimentação Learning by Doing, a aprendizagem baseada na investigação científica e as práticas de exploração vocacional através do Problem-Based Learning (PBL) – com salas de observação, simulações, role-play e salas de atendimento –, a Universidade Europeia quer formar profissionais que saibam também responder aos desafios de mercado. Este ensino extremamente prático permite que os alunos aprendam com a experiência.


Parcerias com empresas e entidades Randstad, Auchan, Sport Lisboa e Benfica, EDP, Michael Page, RH mais, Talenter e Turismo de Portugal.

3. Modelo de ensino: inovação pedagógica, instituição vanguardista



O ensino presencial continua a ser um pilar para a Universidade Europeia. No entanto, em 2020, a instituição envergou no caminho da vanguarda e adaptou o modelo de ensino Experiential Learning Hyflex. Este é um modelo académico flexível e personalizado que recorre tanto à sala de aula física como às plataformas virtuais, garantindo uma experiência de ensino imersiva e com acesso à informação a partir de qualquer lugar, sempre com o acompanhamento do corpo docente.



Antecipando as necessidades do ensino a longo prazo, esta forte componente tecnológica é uma mais-valia para o estudante, para a universidade e para o mercado.

Cada vez mais tecnológicos e na procura de modelos de ensino diferenciadores, mais flexíveis e híbridos, os alunos encontram na Universidade Europeia a resposta para estes interesses. À semelhança do que já acontece noutros países, também aqui as modalidades de blended learning são vistas como a aposta certa para captar novos perfis emergentes.


Quem é a Universidade Europeia? Possui três campus em Lisboa (Campus da Quinta do Bom Nome, Campus de Santos e Campus da Lispolis) e uma experiência acumulada de mais de 100 anos. A visão da Universidade Europeia passa pela aprendizagem com métodos de instrução inovadores e pela adoção das melhores práticas de interação com os alunos. A missão é formar cidadãos globais e socialmente, eticamente e ambientalmente responsáveis.