Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Confiança dos consumidores cai para mínimos de Abril de 2017

Há novos dados económicos que apontam para uma travagem na economia nacional. As famílias estão menos confiantes e o clima económico também registou uma travagem.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 29 de Novembro de 2018 às 09:55

O indicador de confiança dos consumidores portugueses caiu para o valor mais baixo desde Abril de 2017, segundo os dados divulgados esta quinta-feira, 29 de Novembro, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

 

Este indicador recuou para -1,8 pontos, registando assim o nível mais negativo desde dos últimos 20 meses. Abril de 2017 marcou uma viragem efectiva. Os dados deste indicador recuam até Novembro de 1997, altura em que os valores eram negativos. E assim se mantiveram, com quedas mais e menos pronunciadas, até Abril de 2017. Este tinha sido o último mês negativo para este indicador. Até Agosto deste ano, quando a confiança das famílias voltou a ser negativa (-0,5 pontos).

 

Este indicador é fundamental para a economia, uma vez que o consumo privado representa uma das maiores fatias da economia.

 

A contribuir para esta degradação da confiança das famílias estão várias questões. Os consumidores estão menos optimistas em relação à situação financeira no próximo ano, e as expectativas sobre a sua capacidade de poupança estão em níveis negativos.  

 

Mas as más notícias não se restringem às famílias. O indicador de clima económico, que agrega os indicadores de confiança dos empresários de vários sectores económicos, também está a registar travagens. Novembro observou um aumento de 2,3%, mas este é o crescimento mais moderado desde Maio, o que indica que as empresas também estão a começar a dar sinais de travagem nas suas expectativas.

 

Por sectores, o mais pessimista é o da construção e obras públicas, seguindo-se a indústria transformadora. Em ambos os casos os valores dos indicadores de confiança estão em níveis negativos. Já o comércio e os serviços continuam optimistas, ainda que este último tenha visto cair o indicador de confiança para níveis de Maio.

Ver comentários
Saber mais confiança das famílias empresas indicadores económicos INE
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio