Economia Desemprego desce mais em Portugal que na média europeia

Desemprego desce mais em Portugal que na média europeia

O desemprego está a descer em 24 Estados-membros, mas a redução homóloga da taxa de desemprego e do número de desempregados foi mais acentuada em Portugal. Que ainda assim é o sexto país com a taxa mais elevada.
Desemprego desce mais em Portugal que na média europeia
Miguel Baltazar
Catarina Almeida Pereira 31 de agosto de 2016 às 10:19
O desemprego está a descer em praticamente toda a Europa, com 24 estados-membros a reduzirem o peso do número de pessoas à procura de trabalho, mas os dados divulgados esta quarta-feira, 31 de Agosto, pelo Eurostat, revelam que em Portugal a descida homóloga está a ser mais acentuada, tando em termos de taxa de desemprego com em número de desempregados.

Ainda assim, com uma taxa de desemprego de 11,1%, Portugal era em Julho o sexto país da União Europeia com a taxa mais elevada, revela o gabinete de estatísticas europeu.

Entre Julho do ano passado e Julho deste ano a taxa de desemprego (descontando os factores sazonais) desceu 1,2 pontos em Portugal (para 11,1%), sete décimas na Zona Euro (para 10,1%) e oito décimas na União Europeia (para 8,6%).

Já o número de desempregados oficialmente registados (os que estão activamente à procura de trabalho) recuou 10% em Portugal (para 567 mil pessoas), 6% na Zona Euro e 7% na União Europeia.

O Eurostat explica que neste período de doze meses a taxa de desemprego desceu em 24 Estados-membros, dos 28 analisados. As maiores descidas foram registadas no Chipre (de 15% para 11,6%), na Croácia (de 16,5% para 13,2%) e em Espanha (de 21,9% para 19,6%).

Grécia e Espanha continuam a ser os países com as taxas mais elevadas (23,5% no caso da Grécia), enquanto as menores se registam na Alemanha e na República Checa (ambos com 4,2%). Nos Estados Unidos, está nos 4,9%.

Taxa de desemprego jovem cai quase cinco pontos

A taxa de desemprego jovem caiu 4,9 pontos neste período, o que compara com a redução de um ponto na Zona Euro e de 1,4 pontos na União Europeia. Bulgária, Chipre ou Malta registam quebras superiores.

A taxa de desemprego jovem estava em Julho nos 26,3% em Portugal, o que será o quarto valor mais alto da União Europei,  ultrapassado pela Grécia (que só tem dados para Junho) por Espanha e por Itália.

Os dados divulgados esta terça-feira, 30 de Agosto, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), mostram que o número de desempregados entre os 15 e os 24 anos está ao nível mais baixo em quinze anos, o que é parcialmente explicado pela emigração e por uma ligeira criação de emprego.

A comparação divulgada esta quarta-feira pelo gabinete de estatísticas europeu baseia-se nas estimativas da taxa de desemprego do INE para Julho, que ainda são provisórias. Poderão ser revistas ou confirmadas daqui a um mês.


(Notícia actualizada às 10:43 e às 16:12 com mais informação e corrigida às 11:19. A correcção destina-se a esclarecer que Portugal tem a sexta taxa de desemprego mais elevada na União Europeia, e não a quinta, como por lapso se indicou inicialmente.)



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI