Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Marques Mendes: "Se fosse para levar a sério Costa não diria não a Centeno no Eurogrupo"

Comentador da SIC diz que a possibilidade de Mário Centeno liderar o Eurogrupo parece "pouco credível".  

Bruno Simão/Negócios
Negócios 02 de Abril de 2017 às 22:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Luís Marques Mendes refere que a notícia do Expresso sobre a possibilidade de Mário Centeno poder ser o escolhido para liderar o Eurogrupo parecia uma "‘partidinha’ próprio do dia das mentiras", pois o cenário é "pouco credível".

 

Isto porque "não é nada credível ser Presidente do Eurogrupo o Ministro das Finanças de um país que ainda está na ‘lista negra’ dos procedimentos de défice excessivo".

 

Ainda assim, o comentador da SIC salienta que "se a alegada sondagem a Centeno fosse para levar a sério, António Costa não diria não".

 

Isto "porque presidir ao Eurogrupo dava prestígio a Portugal" e, "por outro lado, porque isso seria um enorme atestado de credibilidade para a geringonça".

 

"Em qualquer caso, tudo isto ajuda sempre à propaganda do Ministro das Finanças, o que já não é mau de todo", finalizou.

 

O jornal Expresso noticiou este sábado que o ministro das Finanças, Mário Centeno foi sondado para assumir a presidência do Eurogrupo, adiantando que o Executivo português não estará receptivo a este cenário, uma vez que o ministro das Finanças ainda tem muitos dossiês que exigem negociações. O presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, disse hoje que não vê "nenhum problema" em que o ministro das Finanças, Mário Centeno, possa presidir ao Eurogrupo.

Ver comentários
Saber mais Luís Marques Mendes Mário Centeno António Costa Eurogrupo Ministro das Finanças
Outras Notícias