Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal tem a quinta taxa de natalidade mais baixa da UE

No extremo oposto do espetro, o país que se destaca é a Irlanda, onde nascem 12,1 bebés por cada mil residentes.

Victor Ruiz Garcia/Reuters
Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 10 de Julho de 2020 às 11:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Portugal é o quinto país com a taxa de natalidade mais baixa da União Europeia (UE), dizem os dados do Eurostat, divulgados esta sexta-feira, 10 de julho.

O número de recém-nascidos europeus está a decrescer: em 2019, houve menos 2,2% de nascimentos do que no ano anterior, num total de 4,2 milhões.

Portugal esteve entre os países que contribuiu negativamente, sendo um dos cinco países onde foi registada uma taxa de natalidade mais baixa, de 8,4 por cada mil residentes. À frente de Portugal esteve a Finlândia, com 8,3, e os três restantes "irmãos" do sul: Grécia com 7,8, Espanha com 7,6 e Itália, que apresenta a taxa mais baixa, com 7.

No extremo oposto do espetro, o país que se destaca é a Irlanda, onde nascem 12,1 bebés por cada mil residentes. A fechar o pódio seguem-se França, com 11,2 e Suécia (11,1).

Reino Unido leva 13% da população à saída

A alteração demográfica mais relevante é decorrente da saída do Reino Unido do bloco de países europeus. Em janeiro de 2020, a população europeia era de 447,7 milhões, menos 12,8% do que os 513,5 milhões registados na mesma data do ano anterior.

A diferença acompanha a redução do número de estados membros, que são agora 27 ao invés dos 28 do ano passado, depois de contabilizado o divórcio do Reino Unido com a União Europeia, apesar do processo estar ainda a decorrer.

Ver comentários
Saber mais União Europeia Reino Unido Portugal Eurostat questões sociais demografia
Mais lidas
Outras Notícias