Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

União Europeia ameaça alargar sanções à Rússia

Depois de ter publicado os nomes dos 15 cidadãos russos sancionados, o presidente do Conselho Europeu da União Europeia, Herman Van Rompuy, anunciou que estão a ser preparadas mais sanções.

Reuters
Negócios 29 de Abril de 2014 às 11:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...

A União Europeia (UE) "está a preparar" o alargamento das sanções sobre a Rússia. O anúncio foi feito esta manhã pelo presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy (na foto ao lado de Durão Barroso), depois de a UE ter seguido os passos dos Estados Unidos e ter penalizado 15 cidadãos russos.

 

O responsável europeu referiu ainda que as sanções estão a ter "um grande impacto" na economia russa e que o país está a "pagar um preço económico e financeiro" pelas sanções impostas pela Europa e pelos Estados Unidos, referiu Herman Van Rompuy, citado pela Bloomberg.

 

As declarações foram feitas poucas horas depois de a UE ter publicado no seu jornal oficial os nomes dos cidadãos russos alvo de sanções, entre eles o vice primeiro-ministro, Dmitry Kosak.

 

A lista inclui outros nomes, como o representante do presidente russo na região da Crimeia, Oleg Belavantsev, e o comandante do Estado-Maior General das Forças Armadas do Kremlin, Valery Gerasimov.

 

O anúncio da União Europeia surge menos de 24 horas depois de os Estados Unidos terem alargado as penalizações a cidadãos russos.

 

O vice-ministro dos Negócios Estrangeiros, Serguei Riabkov, garantiu ontem, 28 de Abril, que o anúncio do alargamento das sanções, sobretudo da parte dos Estados Unidos, terá um "efeito doloroso para Washinghton".

 

A tensão mantém-se na zona leste da Ucrânia, onde ontem, 28 de Abril, o presidente da Câmara Municipal de Kharkiv, Gennady Kernes, foi baleado. O responsável pela segunda maior cidade da Ucrânia continua internado no hospital. 

Ver comentários
Saber mais União Europeia Rússia sanções Estados Unidos
Outras Notícias