Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rival de Boris deixa parlamento para ser candidato a mayor de Londres

Rory Stewart, um dos 21 elementos expulsos por Boris Johnson da bancada parlamentar dos "tories", vai demitir-se do cargo de deputado para se candidatar, em 2020, à presidência da câmara de Londres contra o atual mayor Sadiq Khan.

EPA
David Santiago dsantiago@negocios.pt 04 de Outubro de 2019 às 12:52
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Um dos 21 deputados conservadores expulsos por Boris Johnson da bancada parlamentar dos "tories", Rory Stewart, anunciou esta sexta-feira, 4 de outubro, que vai candidatar-se a mayor da capital inglesa nas eleições marcadas para maio de 2020, como tal demitindo-se de deputado à Câmara dos Comuns.

Stewart revelou ainda que vai candidatar-se como independente contra o atual mayor londrino, Sadiq Khan, porém não pretende desfiliar-se do Partido Conservador, do qual continua a ser militante.

Num texto publicado hoje no London Evening Standard, Rory Stewart deixa ainda evidente o seu descontentamento com a forma como o governo britânico está a gerir o processo do Brexit, bem como o tom adotado pelos conservadores, "cada vez mais agressivo", em relação a este tema.

Boris Johnson expulsou da bancada parlamentar os 21 deputados "tories" que votaram com a oposição a favor da lei que obriga o governo a requerer novo adiamento da saída da União Europeia se, até 19 de outubro, não tiver sido fechado um acordo para o Brexit com respaldo da Câmara dos Comuns.

Num vídeo publicado no Twitter, Rory Stewart deixa subentendido o descontentamento com a atual fase da política britânica, e mesmo sem nunca se referir diretamente Boris Johnson, parece deixar críticas à forma como o primeiro-ministro britânico tem conduzido o país.

Recorde-se que Stewart foi um dos vários candidatos à sucessão de Theresa May como líder dos "tories" nas eleições internas do verão passado.

"Afasto-me de uma vida política que, por vezes, me faz sentir como se [Donald] Trump não tivesse nunca ido embora de Londres", afirmou lamentando que "um género de extremismo que está a tomar conta" do Reino Unido. E disse ainda considerar que a capital de Inglaterra está em "perigo" devido ao Brexit e às mudanças tecnológicas.

Tendo em conta o momento deste anúncio e, sobretudo, a popularidade de Stewart, a decisão de avançar para a liderança de Londres como independente é também um golpe para Shaun Bailey, candidato conservador a esta cidade.

Ver comentários
Saber mais Rory Stewart Boris Johnson Câmara dos Comuns Brexit Partido Conservador
Mais lidas
Outras Notícias