Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

MP queria CMVM a aferir idoneidade dos gestores

O Ministério Público acusa Mexia e Manso Neto de não serem idóneos e diz que a CMVM devia avaliar. A defesa contrapõe com a falta de competências da supervisora nessa matéria e acusa o MP de não ter legitimidade para aferir idoneidades.

O juiz Carlos Alexandre agravou as medidas de coação suspendendo Mexia e Manso Neto.
O juiz Carlos Alexandre agravou as medidas de coação suspendendo Mexia e Manso Neto. Pedro Zenkl
Alexandra Machado amachado@negocios.pt 10 de Julho de 2020 às 08:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

Um dos argumentos de António Mexia e João Manso Neto para considerarem ilegal a medida de coação de suspensão de funções é o de que não são gestores públicos nem de concessionárias públicas. Mexia liderava a EDP e Manso Neto a EDP Renováveis. A concessionária pública é a EDP Distribuição, na qual não são administradores.

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais EDP Distribuição Ministério Público António Mexia REN REN EDP Renováveis Carlos Alexandre política leis
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias