Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Economia do Brasil acentua recessão económica

Os dados do PIB do Brasil mostram uma nova contracção económica no segundo trimestre do ano, com os números a serem piores do que o que estava a ser antecipado.


Uma das principais características da inversão do caminho que estava a ser seguido pelos mercados emergentes foi a redução dos défices de conta corrente de alguns países mais frágeis. No seu World Economic Outlook de outubro de 2017, o FMI indicou que espera melhorias nos saldos das contas correntes do Brasil, Colômbia, México, Peru, Cazaquistão, África do Sul, Ucrânia e Indonésia. Estamos com sobreponderação de acções dos mercados emergentes nas nossas carteiras de activos múltiplos e acreditamos que tanto a desvalorização do dólar como a melhoria dos dados macroeconómicos a nível interno serão os principais pilares dos retornos dos mercados emergentes em 2018.
Reuters
Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 31 de Agosto de 2016 às 13:32
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

O produto interno bruto (PIB) do Brasil contraiu 0,6% no segundo trimestre do ano, quando comparado com os três meses anteriores, revelou esta quarta-feira, 31 de Agosto, o instituto de estatística do país, citado pela Bloomberg.

 

Os economistas consultados pela agência de informação americana antecipavam uma contracção de 0,5%.

 

O instituto revelou ainda que os dados do primeiro trimestre do ano foram revistos e em baixa. Em vez de uma contracção de 0,3%, o PIB brasileiro diminuiu 0,4% nos primeiros três meses de 2016.

 

Em termos homólogos, a contracção da economia brasileira no segundo trimestre foi de 3,8%, enquanto no primeiro trimestre o valor foi revisto em alta para 5,4%.

 

Apesar dos dados terem sido revistos, revelando uma contracção da economia maior do que o que estava a ser antecipado, a Bloomberg realça que os indicadores económicos que têm sido publicados nos últimos tempos apontam para que esta rota descendente do Brasil esteja perto do fim, já que os indicadores de confiança dos empresários e dos consumidores têm vindo a aumentar, recuperando de mínimos históricos.

O Brasil está a passar por um período politicamente conturbado, com a presidente do país, Dilma Roussef, a ser alvo de julgamento, que deverá ser destituída. O processo de destituição deverá conhecer esta quarta-feira, 31 de Agosto, um ponto final, com a votação final no Senado, marcada para as 11:00 em Brasília (15:00 em Portugal Continental).

Ver comentários
Saber mais Brasil PIB economia
Mais lidas
Outras Notícias