Política Pedro Marques já é dado como número um do PS para as Europeias

Pedro Marques já é dado como número um do PS para as Europeias

António Costa tem na linha da frente, para apresentar como candidato socialista às eleições europeias, o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, adianta o jornal Público. Oficialmente a lista será conhecida a 16 de Fevereiro.
Pedro Marques já é dado como número um do PS para as Europeias
Negócios 11 de janeiro de 2019 às 09:05

Pedro Marques alinha-se como cabeça de lista do PS para as eleições para o Parlamento Europeu, que se realizarão em 26 de maio, escreve o Público na sua edição desta sexta-feira, 11 de janeiro. Embora acrescente que a decisão final ainda não está tomada, o jornal dá como certo que Pedro Marques é o nome visto como mais provável dentro do núcleo duro de António Costa.

 

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, que tem 43 anos, seria uma das pessoas capazes de assegurar a promessa de António Costa de apostar numa renovação geracional e rejuvenescimento do partido. Pedro Marques é um nome destacado dentro do Governo e do PS e tem experiência política vista como relevante para o cargo dentro do PS.

 

Carlos Zorrinho, Pedro Silva Pereira e Maria João Rodrigues, atuais eurodeputados, deverá continuar no Parlamento Europeu, uma vez que têm lugar elegível dentro das listas do PS. Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta, disse já que o objetivo do PS para as próximas europeias é de alargar a representação, que tem agora oito eurodeputados.

 

Ana Gomes e Manuel dos Santos estão de saída, a primeira por decisão própria e o segundo porque é alvo de um processo disciplinar, imposto por António Costa, por ter escrito no Twitter que a ex-deputada socialista e presidente da câmara de Matosinhos, Luisa Salgueiro, era "cigana", recorda ainda o Público.

A lista final de candidatos será conhecida no dia 16 de fevereiro, na Convençao do Porto.




pub