Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sondagem: Chega e liberais já valem mais do que Bloco e comunistas

A vantagem do PS para o PSD encolhe para 12 pontos em julho, de acordo com uma sondagem da Aximage que confirma a disputa acesa entre esquerda e direita pelos lugares de terceira e quinta maiores forças partidárias.

João Cotrim Figueiredo e André Ventura lideram os partidos que mais sobem nas sondagens, face às legislativas de 2019. Mariline Alves
Negócios jng@negocios.pt 19 de Julho de 2021 às 09:33
  • Partilhar artigo
  • 37
  • ...

Apesar da acentuada quebra de popularidade de António Costa como primeiro-ministro – em menos de três meses perdeu 18 pontos nas avaliações positivas e subiu 16 nas negativas –, o PS mantém a liderança confortável nas intenções de voto para as legislativas, com 12 pontos de vantagem para o PSD.

 

Ainda assim, a sondagem da Aximage para a TSF, JN e DN, divulgada esta segunda-feira, 19 de julho, mostra uma ligeira aproximação entre os dois maiores partidos em julho, com socialistas a descerem de 39% para 37,6% e o PSD a recuperar mais de um ponto, para 25,2%.

 

Bloco (7,8%) e Chega (7,7%) prosseguem a batalha pelo título de terceira maior força partidária, enquanto a Iniciativa Liberal (5,5%) supera a CDU (4,8%). A coligação de comunistas e Verdes é ameaçada pelo PAN (4,6%) – sobe quase um ponto, agora com Inês Sousa Real na liderança – e o CDS volta a cair para 0,9% no mês em que "Chicão" voltou a ser contestado internamente.

 

Face aos resultados das legislativas disputadas em 2019, os partidos que mais crescem nas intenções de voto são o Chega e os liberais, que recolhem agora 13,2% em conjunto. Nas últimas eleições, em que elegeram um deputado cada, estreando-se no parlamento, ficaram-se por 2,5%. Já BE e CDU baixam de quase 16% para a soma atual de 12,6%.
Ver comentários
Saber mais política parlamento legislativas sondagem ps psd chega be il cdu pan cds António costa
Outras Notícias