Banca & Finanças “Competência” e “visibilidade” levam Marques Mendes para CGD em Angola

“Competência” e “visibilidade” levam Marques Mendes para CGD em Angola

Luís Marques Mendes vai substituir António Vitorino na liderança da mesa da assembleia-geral do Banco Caixa Geral. Paulo Macedo diz que todos os accionistas aceitaram a proposta. Apoio da Abreu Advogados também justifica escolha.
“Competência” e “visibilidade” levam Marques Mendes para CGD em Angola
Pedro Catarino/Correio da Manhã
Diogo Cavaleiro 30 de outubro de 2018 às 17:56

Luís Marques Mendes é uma "figura" com "competência" e "visibilidade" e esses são os dois grandes motivos para que a Caixa Geral de Depósitos o tenha escolhido para a presidência da mesa da assembleia-geral do Banco Caixa Geral Angola.

 

Os dois adjectivos foram avançados por Paulo Macedo, presidente executivo do banco público, na conferência de imprensa de apresentação de resultados dos primeiros nove meses. Além disso, "há uma possibilidade de apoio" por parte do escritório Abreu Advogados, onde Marques Mendes é advogado, e que presta serviços em Angola, segundo adiantou o CEO.

 

Conforme noticiou o jornal Eco, Marques Mendes vai presidir a mesa da assembleia-geral do banco angolano, de que a CGD detém 51%, substituindo António Vitorino, que saiu para a Organização das Nações Unidas (ONU), e que o obrigou a sair de várias administrações, como do Santander Totta e da EDP. O presidente da mesa é o responsável por dirimir dúvidas dos accionistas nas assembleias, sem qualquer papel executivo.

 

Segundo explicou Macedo aos jornalistas, a escolha foi aceite por todos os accionistas. Segundo o site oficial do BCG Angola, a Sonangol tem 25%, enquanto 24% estão nas mãos de empresários angolanos: Jaime Freitas (12%) e António Mosquito (12%). "O acordo já foi obtido de forma unânime", disse.

 

A desvalorização do kwanza angolano, face ao euro, foi um dos motivos para a quebra da margem financeira da Caixa Geral de Depósitos nos primeiros nove meses do ano, o que não impediu que o banco apresentasse lucros de 369 milhões de euros.

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI