Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Saiba quem são os jovens executivos mais bem pagos do mundo

Finanças e Tecnologias são as áreas em destaque no ‘top 10’ apresentado esta quarta-feira pela revista “Time”.

Negócios 24 de Abril de 2014 às 14:35
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Ainda não fizeram 40 anos e todos já ganham mais de 5 milhões de dólares (3,6 milhões de euros) por ano. Finanças e tecnologias são as áreas em destaque no ‘top 10’ dos jovens executivos mais bem pagos em 2013, de acordo com a “Time”.

 

A publicação baseia-se nos números da Comissão de Valores Mobiliários americana e alerta que o salário destes profissionais pode representar uma pequena fracção da remuneração total, uma vez que contam com prémios em acções e outros tipos de bónus.

 

A liderar a lista encontra-se James S. Levin da Och-Ziff Capital Management que, aos 31 anos, levou para casa 119 milhões de dólares (86 milhões de euros) em 2013. O gestor de fundos de investimento de alto risco foi notícia em 2012 quando apostou um terço dos activos da empresa.

 

Bastante longe do primeiro classificado, o Facebook é a empresa que se segue. Michael Schroepfer, diretor da rede social, ganhou 12,6 milhões de dólares (9,1 milhões de euros) no ano em que chegou à empresa. É seguido de perto pelos 11,5 milhões de dólares (8,3 milhões de euros) de Stephen Gillet da Symantec, companhia dedicada à segurança de Internet e redes.

 

Aos 18 anos Sardar Biglari começou a construir a Biglari Holdings, que o tornaria num dos gestores mais bem pagos de 2013. A ‘holding’ gere seis empresas no ramo da restauração, empregando mais de 22 mil pessoas. Em 2013, o gestor arrecadou 10,9 milhões de dólares (7,9 milhões de euros).

 

Também no ramo da alimentação, em particular na área dos suplementos alimentares e bebidas energéticas, opera o quinto elemento deste ‘ranking’. Aos 36 anos, Ryan Blair ganhou 9,6 milhões de dólares (6,9 milhões de euros) no ano passado.

 

As tecnologias ocupam mais uma posição no ‘top’ com uma empresa que possui várias marcas do universo da Internet, a Endurance International Group. O seu fundador e CEO, Hari Ravichandran obteve um rendimento anual de 9,6 milhões de dólares (6,9 milhões de euros) aos 37 anos.

 

O sétimo lugar é ocupado pelo vice-presidente executivo da Newell Rubbermaid, empresa conhecida pelos seus produtos Tupperware. O universo dos plásticos garantiu a Mark Tarchetti, de 38 anos, um total de 7,9 milhões de dólares (5,7 milhões de euros) no ano passado.

 

Ryan McInerney, agora com 38 anos, ajudou a criar e lançar o primeiro produto de ‘mobile banking’ da JP Morgan Chase. No ano em que passou a assumiu a presidência da Visa, ganhou 7,4 milhões de dólares (5,4 milhões de euros) na empresa de crédito.

 

A editora de jogos Eletctronic Arts (EA Games) fecha a lista, ocupando as últimas duas posições. Ambos com 39 anos, o CEO Andrew Wilson e o vice-presidente executivo Patrick Söderlund contaram com uma remuneração anual na casa dos 5 milhões de dólares (3,6 milhões de euros). Nos seus percursos na empresa, Wilson conta com a ampliação da marca FIFA e Söderlund no desenvolvimento de jogos como Battlefield ou Need for Speed.

Ver comentários
Saber mais Tecnologias Comissão de Valores Mobiliários James S. Levin da Och-Ziff Facebook Capital Management Michael Schroepfer Stephen Gillet da Symantec Sardar Biglari Biglari Holdings Ryan Blair Endurance International Group Hari Ravichandran Newell Rubbermaid Mark Tarchetti Ryan McInerney JP Morgan Eletctronic Arts Andrew Wilson Patrick Söderlund FIFA economia negócios e finanças Informação sobre empresas media grandes empresas
Mais lidas
Outras Notícias