Empresas Joint venture da BMW e Critical Software prevê contratar 250 trabalhadores este ano

Joint venture da BMW e Critical Software prevê contratar 250 trabalhadores este ano

A Critical Techworks espera reforçar a sua força de trabalho para 600 colaboradores até ao final do ano.
Joint venture da BMW e Critical Software prevê contratar 250 trabalhadores este ano
Ricardo Meireles / Sábado
Pedro Curvelo 13 de março de 2019 às 15:46

A Critical Techworks, joint venture entre a BMW e a portuguesa Critical Software, espera terminar este ano com 600 colaboradores, mais 250 do que os atuais 350. Este número resulta de uma revisão em alta da anterior estimativa da empresa, que tinha apontado como meta para o final de 2019 atingir os 500 trabalhadores.

 

A empresa inaugurou esta quarta-feira, 13 de março, o seu escritório em Lisboa, onde irá ocupar cinco pisos de um edifício. Os restantes dois pisos serão ocupados pela Critical Software.

 

A Critical Techworks arrancou em setembro do ano passado no Porto, e conta atualmente, na Invicta e em Lisboa, com 350 trabalhadores.

A Critical Techworks está a trabalhar em diversos projetos para a fabricante automóvel alemã, nomeadamente nas áreas de software a bordo, que inclui informação e entretenimento, logística e tecnologias de informação, com aplicação para as fábricas, armazenamento e gestão de clientes, bem como mapas em alta definição para condução autónoma.

Na cerimónia de inauguração, Rui Cordeiro, presidente da Critical Techworks, sublinhou que a empresa "está a criar algo de especial, algo de transformador na indústria automóvel".

(Notícia atualizada às 18:36 com mais informação)




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI