Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Novabase vota dividendo de 15 cêntimos na AG de 10 de Maio

A Novabase convocou os seus accionistas para se reunirem em assembleia-geral no próximo dia 10 de Maio. Da ordem de trabalhos consta a aprovação da proposta de distribuição de um dividendo de 15 cêntimos.

A economia mundial deverá continuar a crescer a bom ritmo em 2018.  Nos EUA, a reforma fiscal e a menor pressão regulatória potenciarão 
um crescimento superior ao de 2017. Na China, a consagração do Presidente Xi como o líder mais importante desde Mao Tse Tung, irá reforçar a estabilidade e proporcionar também uma aceleração do crescimento, apesar do elevado endividamento do seu sector financeiro.
Os principais riscos poderão vir de 'cisnes negros' como o diferendo com a Coreia do Norte ou ataques terroristas e/ou conflitos oriundos do/no Médio Oriente. Mesmo o início de um eventual 'impeachment' do Presidente Trump não deverá ter grande impacto neste contexto favorável. 
Portugal, beneficiando desta conjuntura, deverá manter a sua trajectória expansiva muito por via das exportações - com destaque para o turismo - mas também pelo aumento do investimento privado e do consumo. 
As principais nuvens negras serão um eventual descontrolo das contas públicas motivado pela subida dos juros ou pelo aumento não sustentado da despesa, evento agora menos provável com a eleição de Mário Centeno para presidente do Eurogrupo.
Carla Pedro cpedro@negocios.pt 12 de Abril de 2018 às 20:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

No próximo dia 10 de Maio, os accionistas da Novabase são chamados a aprovar, em reunião magna, a proposta do pagamento de um dividendo de 15 cêntimos por acção, relativo ao exercício de 2017. Esse valor pressupõe a distribuição, aos accionistas, de 4,7 milhões de euros.

 

Os 15 cêntimos propostos pela tecnológica são o mesmo valor que foi pago em Maio passado, relativo a 2016. No entanto, no que respeita à aplicação dos resultados de 2016, além deste dividendo regular, a Novabase pagou um dividendo extraordinário de 50 cêntimos por acção, em Novembro, num total de 15,5 milhões. 

 

Recorde-se que, a partir desta assembleia-geral, Luís Paulo Salvado ficará apenas com a função de "chairman", passando João Nuno Bento a ser o CEO.

 

No passado dia 6 de Março, a Euronext anunciou a revisão do principal índice nacional, concretizada a 19 de Março. O PSI-20 continuou a ser constituído por 18 cotadas, mas houve mudanças: a Novabase saiu e foi substituída pela F. Ramada.

 

Uns dias antes, em entrevista ao Negócios e à Antena 1, Luís Paulo Salvado, questionado sobre o futuro da Novabase, afastou a ideia de poder ser vendida. "A Novabase está em bolsa e quando uma empresa está em bolsa... nós temos seis mil accionistas. Por acaso, a maioria dos accionistas é nacional", declarou, acrescentando que não havia qualquer plano para tirar a empresa de bolsa.

Na sessão desta quinta-feira, a Novabase encerrou a somar 0,72% para 2,78 euros.

Ver comentários
Saber mais Luís Paulo Salvado Novabase João Nuno Bento Euronext PSI-20 tecnologias de informação
Mais lidas
Outras Notícias