Start-ups Uniplaces: Valor médio do arrendamento sobe 10% em Lisboa e 3% no Porto

Uniplaces: Valor médio do arrendamento sobe 10% em Lisboa e 3% no Porto

A plataforma para arrendamento de alojamento para estudantes realizou um estudo sobre este mercado e uma das conclusões é que a procura por quarto através da plataforma subiu 70% nos primeiros três meses do ano. E em Lisboa o valor médio de arrendamento aumentou 10% e 3% no Porto.
Uniplaces: Valor médio do arrendamento sobe 10% em Lisboa e 3% no Porto
Direitos Reservados
Ana Laranjeiro 08 de maio de 2017 às 12:29

A procura dos estudantes por um quarto na Uniplaces, plataforma online para alojamento de alunos universitários, subiu 70% nos primeiros três meses deste ano face ao mesmo período de 2016. Mas o Relatório do Mercado de Arrendamento a Estudantes relativo ao primeiro trimestre de 2017 divulgado pela start-up indica que os preços do alojamento subiram, quer na capital, que no Porto.

"A subida do valor médio de arrendamento por quarto é notória tanto nas cidades de Lisboa (10%) e do Porto (3%), em comparação ao primeiro trimestre do ano anterior", pode ler-se no comunicado enviado às redacções.


André Rodrigues Pereira, Country Manager da Uniplaces em Portugal, nota que a sazonalidade pode ajudar a explicar esta evolução. "A sazonalidade é um factor determinante no mercado de arrendamento a estudantes, uma vez que este aumento nos valores de renda praticados o primeiro trimestre está em linha com a chegada de estudantes estrangeiros a Portugal, para o segundo semestre lectivo. A tendência que observamos é a de um aumento de preços até Março, seguido de queda e novo aumento a partir de Julho", período em que o ano lectivo está concluído, diz o responsável em comunicado.


As zonas históricas das cidades são as favoritas dos estudantes, indica o estudo. No caso de Lisboa, a zona de Arroios é a mais procurada. Neste ponto da capital, em média, por quarto são cobrados 329 euros – mais 8,5% que nos primeiros três meses do ano passado. "Intendente, Alvalade e Marquês de Pombal representam as zonas com as rendas mais caras de Lisboa para estudantes (420 euros, 434 euros e 414 euros respectivamente)".


No caso do Porto, a procura por alojamento é "mais concentrada" e o valor, em média, por quarto é de 268 euros. A zona de Paranhos é a mais procurada e os quartos, em média, custam 264 euros. "Cedofeita e Ramalde são as zonas que se seguem, na preferência dos estudantes, sendo que Cedofeita é uma das zonas mais caras para se viver na cidade do Porto, com um preço médio por quarto de 294 euros. A zona mais barata para se viver na cidade é Lordelo de Ouro, que representa 4,6% da procura total, e com um preço médio por quarto de 230 euros". 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI