Tecnologias Reino Unido “acerta” nos gigantes online e cria uma taxa sobre “serviços digitais”

Reino Unido “acerta” nos gigantes online e cria uma taxa sobre “serviços digitais”

O Reino Unido será o primeiro país desenvolvido a aplicar uma taxa sobre os serviços digitais. Google, Facebook e Amazon são os alvos principais deste novo imposto.
Reino Unido “acerta” nos gigantes online e cria uma taxa sobre “serviços digitais”
Reuters
Negócios 29 de outubro de 2018 às 17:27

O Reino Unido vai implementar um novo imposto. Agora sobre as receitas de plataformas como as do Google, Facebook ou Amazon.

 

"É claramente insustentável, ou injusto, que os negócios digitais possam gerar um valor substancial no Reino Unido sem pagar impostos sobre os negócios que fazem aqui", afirmou o ministro das Finanças britânico, Philip Hammonf, na apresentação do Orçamento do Estado, esta segunda-feira, 29 de Outubro, citado pela Reuters.

 

O objectivo é assegurar que os gigantes tecnológicos pagam impostos sobre os negócios que realizam dentro do Reino Unido.

 

Hammond adiantou que as empresas rentáveis vão pagar um imposto de 2% sobre as receitas geradas com vendas a consumidores no país. Este imposto será aplicado a partir de Abril de 2020.

 

O Wall Street Journal adianta que esta será a primeira economia desenvolvida a aplicar um imposto sobre os serviços digitais.

 

O ministro das Finanças adiantou que o imposto terá como destinatário os motores de busca, as redes sociais e os retalhistas online.

 

Hammond estima que este imposto gere receitas de, pelo menos, 500 milhões de libras por ano.

Esta medida está a ter impacto na negociação das acções do sector nos EUA. As tecnológicas já estavam a desvalorizar, mas o anúncio acaba por acentuar a tendência já que poderão seguir-se outros países com medidas semelhantes. As acções da Amazon e da Netflix estão a cair mais de 4%, a Alphabet, dona do Google, cede mais de 2% e o Facebook, que apresenta esta segunda-feira após o fecho do mercado os resultados do terceiro trimestre, cede 0,8%.




pub