Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Youtube vai ter moderadores para vídeos impróprios

São 10 mil pessoas a reforçar a plataforma de vídeo para analisar os conteúdos publicados. Tudo para acalmar os receios de pais e anunciantes.

Bloomberg
Negócios jng@negocios.pt 05 de Dezembro de 2017 às 12:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Youtube anunciou esta terça-feira, 5 de Dezembro, que vai contratar cerca de 10 mil trabalhadores para fazer a moderação da plataforma de vídeo.

Na prática, os vídeos violentos, dirigidos inapropriadamente a crianças e carregados por grupos terroristas vão ser filtrados por esta equipa de especialistas. A marca detida pelo Google não revelou quantos moderadores já contratou.

A intenção é acalmar os receios de pais e anunciantes, depois das pressões dos últimos meses. Para evitar a associação a conteúdos terroristas, marcas como a Mars ou a Mondelez saíram do Youtube, levando consigo milhões de utilizadores.

O Youtube aplicou também um mecanismo capaz de identificar conteúdo violento extremista, aplicando um algoritmo. Desde Junho, foram removidos mais de 150 mil vídeos deste tipo. A plataforma quer agora aplicar este modelo a vídeos que fomentem discurso de ódio ou dirigidos de forma inadequada a crianças.

O caminho da moderação está também a ser seguido no Facebook, com a rede social a contratar também cerca de 10 mil pessoas e a lembrar que essa decisão se reflectirá nos lucros.

Ver comentários
Saber mais Youtube Facebook Google economia negócios e finanças tecnologias de informação vídeo terrorismo
Outras Notícias