Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Web Summit lança fundo de investimento de 50 milhões para start-ups

O grande evento de tecnologia e inovação que escolheu Lisboa como palco para os próximos dez anos quer estender o apoio às start-ups a outra plataforma: um fundo de investimento de 50 milhões de dólares.

Lusa
Negócios jng@negocios.pt 05 de Novembro de 2018 às 11:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O Web Summit quer apoiar as start-ups para além da dinâmica criada durante os dias do evento, que se realiza esta semana, em Lisboa, entre segunda e quinta-feira. Para isso, vai lançar um fundo de investimento de 50 milhões de dólares (44 milhões de euros) para apoiar os empreendedores para lá das fronteiras físicas e temporais do evento, avança o Financial Times.

"Nós ajudamos muito as empresas em três dias. E nos outros 362 dias?", questionou, retoricamente, Paddy Cosgrave, para explicar o lançamento do fundo.

As decisões de investimento do fundo vão ser guiadas por dados recolhidos durante o evento, que avaliam as start-ups que mais atenção mereceram dos investidores nos dias do Web Summit. Este fundo deverá distribuir investimento por start-ups em todos os estágios de desenvolvimento.

A partir deste fundo, o Web Summit está a oferecer não só o acesso a capital mas também à rede de investidores que foi consolidando em seis anos de evento.

O fundo designa-se Amaranthine e será liderado por Patrick Murphy, que trabalhou anteriormente no braço de capital empreendedor do Goldman Sachs e da Universal. A documentação para a criação do fundo já tinha sido entregue à Securities Exchange Commision (SEC, o regulador de mercados americano) em Maio.

Este ano, mais de 2.000 start-ups e cerca de 1.500 investidores participam no evento que arranca segunda-feira ao fim da tarde, em Lisboa, e se prolonga até ao final de quinta-feira.

Ver comentários
Saber mais Web Summit Financial Times Goldman Sachs Paddy Cosgrave Amaranthine Universal SEC Patrick Murphy Securities Exchange Commision Lisboa economia negócios e finanças tecnologias de informação
Mais lidas
Outras Notícias