Bolsa Bolsa nacional não escapa às quedas provocadas pela Turquia

Bolsa nacional não escapa às quedas provocadas pela Turquia

A bolsa nacional fechou em queda, pela primeira vez em cinco dias, numa sessão em que o vermelho imperou nos mercados, devido ao aumento da tensão entre EUA e Turquia.
A carregar o vídeo ...
Sara Antunes 10 de agosto de 2018 às 16:45
O PSI-20 caiu pela primeira vez em cinco sessões, numa sessão marcada por quedas acentuadas nas praças europeias. A contribuir para este cenário está o intensificar da tensão geopolítica entre os EUA e a TurquiaAo mesmo tempo que Recep Tayyip Erdogan apelava aos turcos para trocarem ouro e dólares por liras, de forma a ajudar a sustentar a economia, Donald Trump duplicava as tarifas impostas às importações de alumínio e aço deste país.

Este contexto provocou fortes quedas nos activos turcos. Mas não só. A exposição, em especial de bancos, à Turquia, causou um efeito dominó nas bolsas europeias, com Itália entre as mais afectadas, ao perder mais de 2,5%. O euro também se ressentiu ao deslizar para mínimos de mais de um ano, registando uma queda de quase 1% para 1,1416 dólares.

Na bolsa nacional, o PSI-20 caiu 0,24% para 5.628,60 pontos, sendo a queda menos pronunciada entre os principais índices europeus. 

A contribuir para a descida da bolsa nacional esteve o grupo EDP, com a eléctrica a perder 0,17% para 3,462 euros e a EDP Renováveis a cair 0,40% para 8,765 euros. 

Destaque também para a Navigator, cujas acções desceram 1,13% para 4,988 euros, sendo acompanhada pela Semapa, que depreciou 1,55% para 19,74 euros. 

A perder mais de 1% esteve também a Sonae SGPS (-1,2% para 0,987 euros).

Do lado oposto esteve o BCP, ao subir 0,23% para 0,264 euros, conseguindo contrariar o sentimento negativo que imperou no sector financeiro europeu.



Saber mais e Alertas
pub