Bolsa Nos já sobe mais de 11% no ano e negoceia em máximos de 2016

Nos já sobe mais de 11% no ano e negoceia em máximos de 2016

A Nos tem vindo a subir progressivamente, atingindo máximos de 2016. Só este ano, os títulos da empresa liderada por Miguel Almeida já acumulam um ganho superior a 11%.
Sara Antunes 02 de abril de 2019 às 14:02
As ações da Nos estão a subir 2,25% para 5,91 euros, o que corresponde a um máximo de novembro de 2016. Este preço avalia a Nos em quase três mil milhões de euros, numa altura em que os títulos acumulam um ganho superior a 11% em 2019.
A contribuir para esta evolução poderão estar vários fatores: resultados, dividendo, os baixos múltiplos e o facto de se incluir num setor defensivo, como explica o diretor da banca online do Banco Carregosa, João Queiroz. 

"A Nos tomou alguns decisões de posicionamento ao não investir tanto na conquista de clientes e mais no aumento da rentabilidade dos seus clientes", o que ajudou a melhorar os seus resultados. 

 

Aliado a esta conquista, a empresa de telecomunicações nacional "tem tido a capacidade de se valorizar nos últimos trimestres" e tem tido "uma correlação com o apetite pelo risco", salienta João Queiroz. 

 

Além disso, "as telecomunicações têm sido um setor defensivo" para os investidores na Europa, "especialmente em dezembro", quando os mercados foram assolados por quedas acentuadas e este setor resistiu.

 

E se este contexto é relevante, o facto de as cotadas portuguesas negociarem, de uma forma geral, com "múltiplos que não representam prémios", contribui também para tornar o investimento mais apelativo.


"A Nos tem múltiplos mais baixos do que a média das empresas deste setor, o que cria algum controlo para os investidores", ou seja, há a perspetiva de que "poderá não ser das empresas mais castigadas se houver uma inversão de tendência" no mercado bolsista.

 

João Queiroz realça ainda que a Nos tem "um dividendo interessante" e conta com um "endividamento gerível".

 
E, além destes factores, a Nos é a única empresa de telecomunicações no PSI-20, o que significa que um investidor que se queira expor a este setor na bolsa nacional só o poderá fazer através da empresa liderada por Miguel Almeida.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI