Trading Traders trocam EUA pela Europa

Traders trocam EUA pela Europa

Desde o início do ano, os fundos norte-americanos registaram saídas de 22 mil milhões de dólares, enquanto a Europa teve entradas de capital de cerca 15 mil milhões de dólares.
Traders trocam EUA pela Europa
Reuters
Mariana Adam 26 de fevereiro de 2018 às 12:29

Enquanto Wall Street ainda está a sofrer réplicas do terramoto, que foi a primeira correcção de 10% em dois anos, os fundos de acções dos EUA não conseguem inverter a tendência de queda, e o dinheiro está a ressurgir na Europa.

A Bloomberg, escreve que na semana que terminou quarta-feira, 21 de Fevereiro, os investidores resgataram mais 2,4 mil milhões de fundos dos EUA, segundo números EPFR Global. Enquanto isso, os fundos da Europa registaram injecções de 3 mil milhões, um movimento de reforço crescente que se tem registado nas últimas duas semanas.


Desde o início do ano, os fundos norte-americanos registaram saídas de 22 mil milhões de dólares, em sentido inverso a Europa teve entradas de capital de cerca 15 mil milhões de dólares.


De acordo com a Bloomberg, os traders vêem neste momento muitas razões para apostar esta troca de investimento em acções norte-americanas, por títulos do Velho Continente. Tais como os níveis de avaliação "muito mais razoáveis" das acções, os dividendos, que são os mais competitivos a nível mundial, juros da dívida em média abaixo de 1%, uma economia em franco crescimento e também o facto de não existir perspectiva de subida das taxas de juro por parte do BCE no curto prazo.



Conheça mais sobre as soluções de  trading online da DeGiro.