Conjuntura Actividade na Zona Euro abranda em Abril

Actividade na Zona Euro abranda em Abril

A evolução na economia francesa continua a arrastar a Zona Euro para desempenhos lentos, agora em mínimos de dois meses. A desaceleração na actividade da locomotiva germânica também não ajuda.
Actividade na Zona Euro abranda em Abril
Reuters
Paulo Zacarias Gomes 22 de abril de 2016 às 12:24

O índice de gestores de compras (PMI) compósito (que soma as intenções de aquisição no sectores da manufactura e serviços), divulgado esta sexta-feira 22 de Abril pela Markit, sinaliza que a actividade económica na Zona Euro abrandou no mês de Abril.


Apesar de se manter acima da linha dos 50 (divisória entre contracção e avanço do sentimento económico), a leitura preliminar para o presente mês (53,0) ficou ligeiramente abaixo dos 53,1 registados em Março, em mínimos de dois meses.

Foi sobretudo o sector manufactureiro a ditar o abrandamento do índice composto, que viu o indicador passar de 51,6 em Março para uma leitura preliminar de 51,5 em Abril, ao passo que a actividade de serviços evoluiu positivamente, passando de 53,1 para 53,2 na primeira leitura. 

A empresa responsável pelo indicador nota que a actividade em França melhorou em relação à estagnação verificada um mês antes (para máximos de cinco meses), mas que a economia gaulesa continua a ser um travão a um avanço mais expressivo do conjunto dos 19 Estados-membros do euro.

Já a locomotiva alemã viu o crescimento desacelerar pelo quarto mês consecutivo (de 54 para 53,8, levando a actividade a mínimos de nove meses).

"O fracasso na reanimação das expectativas de negócio depois do anúncio do Banco Central Europeu de estímulos mais agressivos em Março é uma grande desilusão e sugere que o ritmo modesto de crescimento não deverá acelerar nos próximos meses", disse Chris Williamson, economista-chefe da Markit no comunicado da empresa. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI