Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal com novos casos em máximos desde 16 de abril. Há mais três mortes devido à covid-19

Nas últimas 24 horas, Portugal contabiliza mais 687 novos casos de infeção pelo coronavírus, o maior número desde 16 de abril. Há ainda mais três vítimas mortais a lamentar.

EPA
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 11 de Setembro de 2020 às 13:59
  • Partilhar artigo
  • 11
  • ...
O número de infetados (casos confirmados) em Portugal aumentou para 62.813, o que representa 687 novos casos em 24 horas, e o valor mais elevado desde 16 de abril, anunciou a Direção Geral de Saúde (DGS) esta sexta-feira, 11 de setembro. Ontem tinham sido reportados 585 novos casos para um total acumulado de 62.126 desde o início da pandemia.

O número de vítimas mortais em Portugal devido ao novo coronavírus aumentou para 1.855, mais três óbitos face a ontem, quando estavam contabilizados 1.852. Os casos ativos subiram pelo 28.º dia e encontram-se ao nível mais elevado desde 23 de maio, superando os 17 mil infetados.

A média diária dos últimos sete dias em termos de novos casos é de 479,4 uma subida face aos 439,3 da véspera e o valor mais elevado desde 26 de abril. Nos últimos 14 dias Portugal acumulou 55,74 novos casos por 100 mil habitantes. Este indicador, muito utilizado internacionalmente para medir a propagação do vírus, agravou-se pelo 19.º dia.

Lisboa e Vale do Tejo com maior subida em dois meses
Na região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) registaram-se 368 novos casos (239 ontem), o valor mais elevado desde 3 de julho e que representa 54% do total de novos casos no país. Já no Norte o número de novos casos ascendeu a 226 (268 na véspera). Na região Centro, as 60 novas infeções constituem o maior número desde 25 de abril.

Tendo em conta o número de infetados e de vítimas mortais, a taxa de letalidade baixou para 2,95%, o que corresponde ao valor mais baixo desde 11 de abril e compara com o pico de 4,37% registado no início de junho.

No que diz respeito aos doentes recuperados, existem agora 43.644 casos, mais 203 do que o reportado ontem (43.441).  

O número de casos ativos aumentou pelo 28.º dia, para 17.314, uma subida de 481, o que representa 27,56% do total de casos confirmados e é o número mais alto desde 23 de maio.

O número de casos ativos aumentou em 2.266 no espaço de uma semana.

Doentes internados e casos graves descem ligeiramente

Os dados da Direção-Geral de Saúde (DGS) indicam que dos quase 63 mil casos confirmados, 404 estão internados em hospitais, menos dois do que na véspera (406), quando foi atingido um máximo desde 27 de julho.

No que diz respeito aos doentes internados nas Unidades de Cuidados Intensivos (UCI), registam-se 54 pacientes, menos três do que na véspera, quando se registou o valor mais alto desde 23 de julho.


Duas das vítimas mortais foram registadas em Lisboa e Vale do Tejo e a terceira morte ocorreu no Algarve.

Segundo o boletim diário da DGS, há 852 mortos no Norte, 694 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 254 no Centro e 22 no Alentejo. O Algarve tem 18 falecidos, os Açores registam 15 óbitos e a Madeira continua sem vítimas mortais a lamentar.

Ver comentários
Saber mais Direção Geral de Saúde DGS Portugal covid casos recuperados internados mortes boletim casos ativos
Outras Notícias