Saúde Governo aperta cerco a tabaco na rua

Governo aperta cerco a tabaco na rua

Cinco metros. É esta a distância mínima que o Governo português quer que os fumadores cumpram nas ruas sempre que estejam perto de estabelecimentos de educação e saúde.
Governo aperta cerco a tabaco na rua
Reuters
Negócios 19 de outubro de 2016 às 09:24

O Governo quer apertar o cerco ao fumo, proibindo-o agora na rua a cinco metros de hospitais, farmácias, creches e campos de férias. A proposta de lei é discutida esta quarta-feira, 19 de Outubro, no Parlamento.

Como escreve o jornal i, que dá manchete ao tema, o diploma prevê que fumar cigarros electrónicos seja também proibido onde não se fuma agora o tabaco tradicional. Depois, há a vontade de eliminar o fumo a cinco metros de estabelecimentos de saúde e educação.


A deputada socialista Luísa Salgueiro admite ao jornal que a proposta pode ainda ser "alterada" durante a discussão na especialidade. "A fiscalização do cumprimento das normas levanta algumas dúvidas e isso requer mais atenção na especialidade", exemplificou.


Já o PSD quer saber que critério o Governo adoptou para definir a distância de cinco metros. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI