A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Há humor para lá da economia de Pires de Lima

Nem os deputados ficaram indiferentes às tiradas de Pires de Lima no Parlamento esta quinta-feira. O momento em que o ministro da Economia desafia António Costa a "resistir à tentação" das "taxas e taxinhas" ganhou o título de insólito. As manifestações mais humoradas sucederam-se ao longo de quatro horas. As reacções de espanto no hemiciclo não se fizeram esperar. O Negócios escolhe cinco momento marcante.

Bruno Simão/Negócios
Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 06 de Novembro de 2014 às 18:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • 39
  • ...

"Que se lixem as estatísticas. A mim interessa-me é a realidade"

Os números das exportações e do desemprego foram dos que mais geraram discórdia entre os deputados. Depois de batidos e rebatidos os motivos da discórdia, Pires de Lima confessou a sua posição. A realidade das empresas, diz o ministro, "é pujante e marca o crescimento económico". Bem diferente da posição da oposição, "que gostaria que Portugal fosse uma espécie de filme de terror".

 

"Sabe, eu tenho cinco filhas e dois enteados. Podia ter parado nos três. Foi tudo feito quando ainda não havia essas medidas [de incentivo à natalidade]"

Novamente a questão do emprego no centro da discussão. Agora focava-se o desemprego jovem e a precariedade laboral. O ministro fez-se socorrer da sua realidade mais imediata para mostrar que está preocupado com o tema. O debate sobre os incentivos à natalidade ficou-se por aí, na família numerosa de Pires de Lima.

 

Hortense Martins, "uma deputada tão simpática"

Primeiro trocou-lhe o nome. Hortênsia. Corrigiu-o de imediato, não fosse a socialista "uma deputada tão simpática". As trocas directas entre Pires de Lima e Hortense Martins foram-se sentindo ao longo do debate. Depois, o ministro usou uma expressão nortenha para definir o clima na sala, não muito bem recebida na bancada socialista. "Eu sei que a senhora deputada é uma deputada fina das zonas do sul", brincou, dirigindo-se a Ana Paula Vitorino.

 

"Ai, a actriz Catherine Deneuve atirou-se para a piscina com o Dr. Manuel Pinho no Allgarve sem mais nem menos"

Falava-se nas estratégias para promover o turismo, quando Pires de Lima decidiu dar um exemplo negativo no anterior Governo, de investimento mal realizado. "Existiu, foi filmado", reforçou face ao mergulho de Catherine Deneuve com o antigo ministro da Economia no âmbito na iniciativa Allgarve. Com 2 "l" e sotaque inglês. O mergulho, esse, nunca existiu. Foi Michael Phelps a protagonizá-lo.

 

"Desculpem qualquer coisinha, que eu também já vos desculpei muitas"

As despedidas foram calorosas, para contrariar um tom de debate que o Bloco de Esquerda classificou como "constrangedor", marcado pela ironia do governante. Pires de Lima reconheceu o cenário e falou numa "agressividade que podia ser evitada tanto pelos senhores deputados como por mim". 

Ver comentários
Saber mais António Pires de Lima Portugal política
Outras Notícias