Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Justiça vai trabalhar apenas das nove às cinco

Principais sindicatos avançam com acções de contestação aos cortes orçamentais

Filomena Lança filomenalanca@negocios.pt 28 de Outubro de 2010 às 00:01
  • Partilhar artigo
  • 5
  • ...


Juízes, magistrados do Ministério Público, funcionários judiciais e investigadores da Polícia Judiciária querem avançar com uma tomada de posição conjunta contra as medidas de austeridade anunciadas pelo Governo e pretendem avançar com uma “greve” às horas extraordinárias. O objectivo é recusarem-se “a trabalhar para além do horário de trabalho, ou seja, cumprir escrupulosamente o horário das nove às cinco”, explica António Marçal, dirigente do Sindicato dos Funcionários Judiciais. Durante esse período, garante, “trabalharemos com o máximo empenho e dedicação, mas trabalhar até às oito da noite ou mesmo até às duas da manhã, como tantas vezes acontece, isso não”.























logo_empresas

Ver comentários
Outras Notícias