Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Maria Manuel Leitão Marques: Descongelamento de carreiras custa 640 milhões em 2018

Os funcionários públicos cujas carreiras vão ser descongeladas no início de 2018, só irão receber a totalidade do aumento correspondente a essa progressão no final de 2019. Em entrevista ao Negócios e à Antena 1, Maria Manuel Leitão marques explica como será feito o faseamento.

A carregar o vídeo ...
  • Assine já 1€/1 mês
  • 12
  • ...

A medida do descongelamento das carreiras terá em 2018 um impacto de 640 milhões de euros, "um grande esforço orçamental", afirma Maria Manuel Leitão Marques em entrevista ao Negócios e à Antena 1 a publicar na edição desta segunda-feira, 27 de Novembro, do Jornal de Negócios.

 

Os funcionários abrangidos – a ministra não diz quantos, mas garante que todos os que a ela tenham direito serão contemplados – terão acesso à totalidade do aumento correspondente a essa progressão no final de 2019. Isto porque o pagamento será feito de forma faseada: 25% do acréscimo remuneratório em Janeiro de 2018, 50% em  Setembro, 75% em Maio de 2019 até atingir os 100% por cento a 1 de Dezembro de 2019.

 

Apesar do descongelamento previsto, a ministra afirma que  não será necessário rever as carreiras e criar critérios que limitem as progressões. A revisão de carreiras na função pública não está nos horizontes desta legislatura, declara Maria Manuel Leitão Marques.

Ver comentários
Saber mais Maria Manuel Leitão Marques carreiras Orçamento do Estado
Outras Notícias