Economia Notas falsas: Foram apreendidas quase 7.500 no primeiro semestre

Notas falsas: Foram apreendidas quase 7.500 no primeiro semestre

O Banco de Portugal revelou que nos primeiros seis meses de 2019 foram apreendidas perto de 7.500 notas contrafeitas. Notas falsas de 50 e 20 euros foram as mais apreendidas.
Notas falsas: Foram apreendidas quase 7.500 no primeiro semestre
Russell Boyce/Reuters
Negócios 26 de julho de 2019 às 10:24

Ao longo do primeiro semestre foram apreendidas, em Portugal, 7.427 notas falsas, as quais foram retiradas de circulação, revelou esta sexta-feira, 26 de julho, o Banco de Portugal (BdP), salientando, porém, que o número de notas contrafeitas "continua a ser residual em relação à quantidade de notas em circulação".

O maior número de notas contrafeitas apreendidas diz respeito às de 50 euros (3.436) e 20 euros (2.486). Seguiram-se as notas falsas de 100 euros (524), 500 euros (479) e 200 euros (291).

Comparando o segundo semestre do ano passado com a primeira metade de 2019, verifica-se que houve aumentos acentuados na apreensão das notas de maior valor. As 524 notas falsas apreendidas no primeiro semestre comparam com as 225 notas contrafeitas detetadas nos últimos seis meses de 2018.

No caso das notas de 200 euros, o aumento foi ainda maior com o número a passar de 21 para 291, tendência idêntica à registada na apreensão de notas de 500 euros, com as 479 notas entre janeiro e junho últimos a compararem com as 75 notas apreendidas no último semestre do ano passado.

As notas menos falsificadas a serem retiradas de circulação no primeiro semestre foram as de 10 euros (166) e 5 euros (45).

A crescer significativamente esteve o número de notas contrafeitas de 100 euros, que subiram, em termos homólogos, de 225 para 524. O montante de dinheiro apreendido ascendeu a 52.400 euros.

Subida expressiva ainda nas notas de 200 euros, que dispararam de 21 para 291 (no montante de 58.200 euros), e nas de 500, que totalizam 249 (239.500 euros), mais que triplicando face às 75 notas apreendidas deste valor no período homólogo. O Banco Central Europeu suspendeu a emissão de notas de 500 euros, e há mesmo a retenção dessas notas quando chegam aos bancos, mas as notas existentes continuam a poder circular.



O BdP sublinha que as notas apreendidas "apresentam qualidade regular e podem ser identificadas tocando, observando e inclinando", sem que seja necessário recorrer a "qualquer instrumento de verificação".

A autoridade monetária nacional acrescente que "é importante saber reconhecer a autenticidade das notas no momento em que são recebidas, dado que não é possível trocar uma nota contrafeita por uma nota genuína". 

A informação publicada no site do banco central recorda ainda que no passado dia 28 de maio "entraram em circulação as novas notas de 100 e 200 euros, que completaram a segunda série de notas de euro, a série Europa" e que "contêm novos elementos de segurança, um holograma-satélite e um número esmeralda melhorado que, em conjunto, tornam as notas de euro ainda mais seguras".




Marketing Automation certified by E-GOI