Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Novo lay-off só apoia reduções de horário

As empresas com uma quebra de faturação igual ou superior a 75% não poderão afinal continuar no lay-off simplificado, exceto em casos muito específicos. Terão apenas um apoio adicional na medida a aplicar a partir de agosto, que tem mais custos para o empregador.

Ana Mendes Godinho referiu que o apoio adicional para quebras de faturação superiores a 75% só será pago em setembro, com retroativos.
Ana Mendes Godinho referiu que o apoio adicional para quebras de faturação superiores a 75% só será pago em setembro, com retroativos. António Cotrim/Lusa
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...

As empresas com uma quebra de faturação de 75% ou mais, e que não estejam encerradas por ordem do Governo, terão a partir de agosto um apoio adicional em relação às restantes, mas no âmbito de um regime com mais custos para o empregador do que o lay-off simplificado.

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Governo Ana Mendes Godinho Segurança Social TSU trabalho
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias