Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal disponível para ajudar o Haiti "na medida das suas possibilidades"

Portugal está disponível para ajudar o Haiti "na medida das suas possibilidades", disse hoje à agência Lusa fonte do Governo, adiantando que a ajuda a enviar será coordenada com a presidência espanhola da União Europeia (UE).

Lusa 13 de Janeiro de 2010 às 14:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Portugal está disponível para ajudar o Haiti "na medida das suas possibilidades", disse hoje à agência Lusa fonte do Governo, adiantando que a ajuda a enviar será coordenada com a presidência espanhola da União Europeia (UE).

"Portugal está disponível para enviar ajuda humanitária para o Haiti na medida das suas possibilidades", disse à agência Lusa fonte do gabinete do secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação.

A mesma fonte adiantou que está ainda em avaliação o tipo de ajuda a disponibilizar por Portugal, o que será feito em coordenação com a Espanha, que detém a Presidência da UE.

A Espanha anunciou já o envio de três aviões com ajuda humanitária para o Haiti, bem como de equipas de emergência e efectivos policiais, num pacote total de apoio que ascende a três milhões de euros, segundo disse em conferência de imprensa a secretária de Estado da Cooperação, Soraya Rodríguez.

Espanha disponibilizou também a sua base no Panamá para uso da ajuda humanitária dos 27.

A Comissão Europeia vai enviar uma primeira ajuda imediata de três milhões de euros para o Haiti e activou o sistema europeu de gestão de crises, foi hoje anunciado em Bruxelas.

Um especialista está a caminho de Port-au-Prince para fazer uma primeira avaliação das necessidades.

Um sismo de magnitude 7,0 na escala de Richter abalou terça-feira a ilha de Santo Domingo, partilhada pelo Haiti e República Dominicana, fazendo ruir vários edifícios públicos, incluindo o Palácio Nacional, que acolhe a presidência do Haiti.

O sismo foi sentido também em Cuba, na Jamaica e Bahamas. A Cruz Vermelha Internacional calcula em 3 milhões o número de pessoas afectadas pelo sismo.

As Nações Unidas mantêm desde 2004 no Haiti uma missão de estabilização (MINUSTAH), que integra cerca de 7 mil efectivos, dos quais 1.266 são brasileiros."



Ver comentários
Outras Notícias