Economia Turismo de Portugal vai gastar mais 10 milhões em publicidade digital

Turismo de Portugal vai gastar mais 10 milhões em publicidade digital

O Instituto contratou novamente por ajuste directo a empresa OMG Portugal para planear e executar a campanha de publicidade digital para o ano de 2018.
Turismo de Portugal vai gastar mais 10 milhões em publicidade digital
Pedro Zenkl/Correio da Manhã
João D'Espiney 22 de fevereiro de 2018 às 19:03
O Instituto do Turismo de Portugal vai gastar mais 10 milhões de euros numa campanha de publicidade digital a promover ao longo deste ano.

De acordo com o contrato publicado esta quarta-feira no Portal Base, em causa está a aquisição de serviços de "produção, planeamento, execução, acompanhamento e compra de espaço para a campanha de publicidade digital do Turismo de Portugal, para o ano de 2018".

O contrato, celebrado por ajuste directo com a empresa OMG Portugal, SA, revela que "o valor estimado" da despesa em campanhas é de 9,4 milhões de euros, havendo ainda mais duas componentes: um preço fixo mensal, no valor de 27.072 euros; e um preço variável em função da performance, até 189.708,55 euros.

Este contrato é idêntico ao celebrado no ano passado. Em 2017, o Instituto do Turismo de Portugal já tinha contratado a empresa OMG Portugal por ajuste directo por um valor global de 10 milhões de euros.

As campanhas realizadas contribuiram para que a hotelaria portuguesa tenha batido um novo recorde em 2017. De acordo com os dados preliminares divulgados a semana passada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), de Janeiro a Dezembro registaram-se 20,6 milhões de hóspedes nos estabelecimentos hoteleiros nacionais (mais 8,9%), enquanto que as dormidas atingiram os 57,5 milhões (7,4%).

Seis em cada 10 hóspedes nos hotéis portugueses eram estrangeiros. É também a procura além-fronteiras aquela que regista um ritmo de crescimento mais acelerado neste indicador. Os estrangeiros representaram ainda sete em cada 10 dormidas, num total de 41,6 milhões de dormidas.