Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Desde 2012 que o número de desempregados não crescia tanto num mês de Agosto

O desemprego registado nos centros de emprego em Portugal continua a observar descidas homólogas de dois dígitos, mas este Agosto foi o pior mês dos últimos seis anos.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 19 de Setembro de 2018 às 14:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

O número de inscritos nos centros de emprego continua 19% abaixo dos níveis registado há um ano. No total, há 338.147 desempregados inscritos no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), de acordo com os dados divulgados esta quarta-feira, dia 19 de Setembro. 

 

Apesar de os números estarem melhor do que há um ano, a verdade é que em Agosto, quando comparado com o mês anterior, a evolução foi oposta, tendo sido registado um aumento de 2,3%. Uma evolução que é, aliás, normal em Agosto. Contudo, a subida deste ano foi a mais acentuada desde 2012, segundo os dados disponíveis no site do IEFP.

 

Já quando analisados os dados das novas inscrições nos centros de emprego, verifica-se um acréscimo pelo terceiro mês consecutivo, para um total de 40.869 pessoas. Este é também o número mais elevado de novos inscritos desde Março.

 

Os últimos dados conhecidos sobre a taxa de desemprego referem-se a Julho, mês em que a taxa terá estabilizado nos 6,8%, segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE). Este valor é o mais baixo em quase 16 anos.

 

O IEFP adianta ainda no relatório que a queda do desemprego registado em termos homólogos foi transversal a todos os géneros, idades e escolaridade. Já a subida mensal foi sentida, sobretudo, entre as "mulheres, na procura de novo emprego, em inscrições com menos de 1 ano e em habilitações de nível superior".

Ver comentários
Saber mais IEFP desemprego registado centros de emprego
Mais lidas
Outras Notícias