Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bélgica: Fayçal Cheffou libertado depois de afastadas suspeitas de ligação aos atentados

O indivíduo, identificado no fim-de-semana como jornalista independente, chegou a ser apontado como o terceiro homem que estaria no aeroporto de Bruxelas para perpetrar os atentados. Agora a procuradoria diz que não se confirma.

Reuters
Negócios com Lusa 28 de Março de 2016 às 16:03
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O jornalista independente Fayçal Cheffou foi libertado esta segunda-feira, 28 de Março, depois de ter sido detido na sequência dos atentados de terça-feira em Bruxelas. Segundo a procuradoria federal belga, as pistas iniciais não foram sustentadas por investigações posteriores.

"As pistas que levaram à detenção de Fayçal Cheffou não foram sustentadas pela evolução do atual inquérito. Em consequência, o individuo foi libertado pelo juiz de instrução", informou a procuradoria, sem acrescentar mais pormenores.

Fayçal Cheffou chegou a ser apontado como o terceiro homem que estaria no aeroporto de Bruxelas para perpetrar os atentados. No sábado passado, tinha sido acusado da prática do crime de terrorismo. 

Mas a divulgação esta segunda-feira de um vídeo do denominado suspeito do chapéu levantou dúvidas, na imprensa local, sobre se a polícia não estaria a procurar um outro homem que não Fayçal Cheffou.



Duas explosões no aeroporto de Bruxelas e uma na estação de metro de Maelbeek mataram pelo menos 35 pessoas. Três terroristas também morreram.

O Ministério da Saúde belga fez, entretanto, saber que 96 feridos ainda se encontram hospitalizados, dos quais 93 na Bélgica, dois em França e um está a caminho dos Estados Unidos.
Ver comentários
Saber mais terrorismo bélgica bruxelas atentados mortes política europa daesh
Mais lidas
Outras Notícias