Europa Explosões no centro de Ancara fazem dezenas de mortos

Explosões no centro de Ancara fazem dezenas de mortos

Explosões na capital turca fazem dezenas de mortes e centenas de feridos. O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, diz que os ataques na Turquia aumentaram devido à instabilidade regional e promete não dar tréguas ao terrorismo.
Explosões no centro de Ancara fazem dezenas de mortos
Reuters
Negócios 13 de março de 2016 às 18:39
O número de vítimas nas explosões desta tarde em Ancara está a ser actualizado e de um balanço inicial que dava conta de pelo menos 25 mortos e 75 feridos passou-se mais recentemente (21 horas em Lisboa) para um total de 34 mortos e 125 feridos, de acordo com o ministro da Saúde turco.

"A explosão foi causada por um carro carregado de explosivos perto da Praça de Kizilay", no centro da capital turca, refere um comunicado do gabinete do governador de Ancara.

Uma forte explosão ocorreu às 16:35 de hoje (hora de Lisboa) na Praça de Kizilay, junto a uma esquadra de polícia e a uma paragem de autocarro, segundo os órgãos de comunicação social locais.

De acordo com o canal de televisão CNNTürk, os feridos foram levados para clínicas próximas da explosão, enquanto os corpos permanecem no local.

As explosões aconteceram menos de um mês depois do atentado de 17 de Fevereiro, no qual morreram 30 pessoas. 

O ministro do interior, Efkan Ala, segundo a Reuters, irá informar esta segunda-feira, 14 de Março, a organização responsável pelo carro bombista, depois de concluídas as investigações. 

O presidente turbo, Erdogan, também já fez saber que o "Estado nunca abdicará do direito de se defender a si e aos seus cidadãos". Para o presidente turbo, o país tornou-se "alvo de atentados terroristas devido à instabilidade regional nos mais recentes anos". E por isso "os ataques aumentam a nossa determinação no combate ao terrorismo". 

(Notícia actualizada às 21:15 com actualização das informações)



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI