Finanças Públicas Governo mantém meta do défice com menos crescimento em 2019. Próxima legislatura com excedentes

Governo mantém meta do défice com menos crescimento em 2019. Próxima legislatura com excedentes

O ministro das Finanças apresenta hoje o Programa de Estabilidade 2019-2023. A meta do défice para este ano mantém-se, mesmo com a expectativa de menos crescimento. Governo espera excedentes já a partir de 2020.
Governo mantém meta do défice com menos crescimento em 2019. Próxima legislatura com excedentes
Reuters
O Governo mantém a meta do défice para este ano nos 0,2% do PIB, apesar de prever agora menos crescimento económico (1,9%) em 2019, de acordo com o Programa de Estabilidade 2019-2023 divulgado nesta segunda-feira, 15 de abril. 

No Orçamento do Estado para este ano, o Governo estimava um crescimento económico de 2,2% do PIB, mas agora está menos otimista e prevê que o PIB avance menos 0,3 pontos percentuais do que o estimado em outubro passado.

A previsão é que Portugal cresça 1,9% este ano assim como em 2020. Depois, o ritmo de crescimento do PIB português deve acelerar ligeiramente para 2% em 2021, mantendo-se em 2022, e novamente em 2023, para 2,1%.

Recorde-se que no anterior Programa de Estabilidade, o Governo antecipava um crescimento da economia ligeiramente inferiores.

Dívida pública abaixo dos 100% do PIB só daqui a cinco anos

Quanto às contas públicas, o Executivo estima um excedente orçamental de 0,3% já a partir de 2020. Em 2021 e em 2022 os excedentes orçamentais esperados são de 0,9% e 0,7%, respetivamente. 

De acordo com o Programa de Estabilidade, o Governo estima que a dívida pública desça e 118,6% do PIB no final deste ano, para 99,6% em 2024.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI