Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fisco espanhol procura sinais exteriores de riqueza nas redes sociais

As ligações familiares, de negócios e pessoais estão também a ser analisadas por um grupo de funcionários que rastreiam a internet. A estratégia de combate à fraude no país vizinho rendeu 12.318 milhões de euros em 2014.

Bloomberg
Negócios negocios@negocios.pt 20 de Fevereiro de 2015 às 09:27
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...

A agência tributária de Espanha está a analisar os conteúdos das redes sociais nas investigações contra a fraude, sobretudo em busca de sinais exteriores de riqueza que não correspondam com o rendimento do utilizador. Ligações familiares, de negócios e pessoais estão também a ser examinadas nas redes sociais por uma equipa de funcionários que se dedicam a pesquisar em páginas, blogues e outras plataformas da internet.

 

Segundo o jornal El País, os "sites" de aluguer de casas e para vendas de carros estão entre as páginas analisadas e a agência pública está também a usar programas informáticos para rastrear a internet em busca de informação sobre os contribuintes que estão a ser investigados. Esta é uma das medidas que o organismo liderado por Santiago Menéndez adoptou no âmbito da estratégia de combate à fraude, que em 2014 recuperou 12.318 milhões de euros, mais 12,5% do que no ano anterior.

 

O Fisco espanhol costuma usar diferentes formas de informação para analisar indícios de fraude, incluindo nas revistas cor-de-rosa em busca de situações de luxo que não correspondam aos rendimentos declarados. No ano passado, o Fisco espanhol realizou 99.590 inspecções, o que representou um aumento de 6,8% face a 2013, e efectuou mesmo mais de 21 mil visitas "in loco", a maioria delas para detectar arrendamentos de casa não declarados.

Ver comentários
Saber mais Espanha Fisco redes sociais Internet fraude
Outras Notícias