Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Detido o presidente da Federação Espanhola de Futebol

As autoridades espanholas realizaram várias buscas esta manhã, tendo detido dezenas de responsáveis desportivos, entre os quais o presidente da Federação Espanhola de Futebol. Em causa estão suspeitas de corrupção e desvio de dinheiro público.

Reuters
Negócios 18 de Julho de 2017 às 09:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

As autoridades espanholas realizaram esta terça-feira, 18 de Julho, várias buscas no âmbito de investigações anti-corrupção, tendo detido várias pessoas, segundo a imprensa espanhola, que não especifica o número de detidos, falando apenas de dezenas de responsáveis desportivos.

 

O responsável mais conhecido é o actual presidente da Federação Espanhola de Futebol, Ángel María Villar (na foto), que ocupa este cargo há 29 anos. Bem como o seu filho, Gorka Villar.

 

As buscas começaram nas primeiras horas da manhã e têm por base suspeitas de gestão desleal, falsificação de documentos, corrupção e apropriação indevida. O El Mundo diz que as suspeitas estão relacionadas com a organização de jogos internacionais.

 

Em Março, o El País tinha já noticiado que o alto responsável da Federação e a própria Federação estavam a ser investigados por prevaricação, apropriação indevida e desfalque de 1,2 milhões de euros de dinheiro público.

 

As buscas desta manhã terão sido realizadas na sede da Federação, em divisões regionais da Federação, em casas particulares, entre as quais de Ángel María Villar. Empresas geridas pelo seu filho também foram alvo de buscas.

 

O El País adianta que as primeiras informações apontam para troca de favores entre Villar e dirigentes das divisões regionais, tendo sido usado dinheiro da Federação.

 

Villar estava no comando da Federação há 29 anos, tendo em Maio renovado o seu mandato por mais quatro anos. 

Ver comentários
Saber mais Ángel María Villar Gorka Villar presidente da Federação Espanhola de Futebol desporto futebol justiça Espanha
Outras Notícias