Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Divórcios vão poder ser feitos à distância

O Governo vai avançar com um projeto piloto para realização de atos contratuais à distância, através de uma plataforma digital para notários, advogados e conservatórias. Desde escrituras públicas a autenticações de assinaturas ou testamentos, tudo ficará à distância de um clique.

Anabela Pedroso garante que as questões de segurança estão a ser equacionadas e que o modelo vem para ficar.
Anabela Pedroso garante que as questões de segurança estão a ser equacionadas e que o modelo vem para ficar. Bruno Simão
Filomena Lança filomenalanca@negocios.pt 06 de Maio de 2020 às 23:20
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

Divórcios por mútuo consentimento, escrituras públicas de imóveis, testamentos, autenticação de documentos ou de assinaturas. Estes são alguns dos atos que vão passar a poder ser realizados através de internet e de uma plataforma de videoconferência do Ministério da Justiça, no âmbito de um regime experimental que vem “testar uma nova abordagem de prestação de serviço público”

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Ministério da Justiça Anabela Pedroso Ordem dos Notários política
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Outras Notícias