Justiça Sindicato: Greve dos juízes teve adesão de cerca de 90%

Sindicato: Greve dos juízes teve adesão de cerca de 90%

Segundo a ASJP, cerca de 2.000 juízes terão aderido à greve.
Sindicato: Greve dos juízes teve adesão de cerca de 90%
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 20 de novembro de 2018 às 19:02

A Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP) estima que o número de juízes que aderiu à greve desta terça-feira, 20 de Novembro, "rondará os 2.000", o que equivale a um nível de adesão de "cerca de 90%".

 

Num comunicado, o sindicato refere que as comunicações recebidas directamente na ASJP, até às 17:00 de hoje, indicam que 1.200 juízes fizeram greve.

 

"Tendo em conta o elevado número de juízes que enviaram directamente a comunicação aos Conselhos Superiores e aos juízes presidentes e dos que só comunicarão nos próximos dias, estimamos que o número total, quando se fizer o apuramento final, rondará os 2.000, que corresponde a cerca de 90% de todos os juízes", refere o comunicado. Existem cerca de 2.300 magistrados em Portugal.

 

A greve de hoje dá início a um protesto nacional sobre a revisão do seu estatuto, que a ASJP considera "incompleta", por não contemplar reivindicações remuneratórias e de carreira.

Estão previstos mais 20 dias de greve parcial, repartidos por diferentes tribunais e por datas que vão até Outubro de 2019. A greve foi convocada para todos os juízes em funções em todos os tribunais judiciais, tribunais administrativos e fiscais, Tribunal Constitucional e Tribunal de Contas.

 

Quanto à abrangência da greve, a ASJP adianta que houve participação nos Supremos Tribunais, Tribunal Constitucional, Tribunal de Contas, Tribunais da Relação e Tribunais Centrais Administrativos, Tribunais de Primeira Instância e Juízes Presidentes de tribunais superiores e de 1ª instância.

 

No que diz respeito à distribuição geográfica, a ASJP avançou com estas médias provisórias em tribunais de primeira instância:

 

Açores – 88%

Aveiro – 75%

Beja – 52%

Braga – 92%

Bragança – 60%

Castelo Branco – 70%

Coimbra – 64%

Évora – 64%

Faro – 87%

Guarda – 94%

Leiria - 88%

Lisboa Oeste – 64%

Lisboa – 87%

Lisboa Norte – 90%

Madeira – 82%

Portalegre – 92%

Porto – 91%

Porto Este – 80%

Santarém – 60%

Setúbal – 92%

Viana do Castelo – 80%

Vila Real – 78%

Viseu - 78%

Juízes estagiários – 70%

A greve dos juízes foi hoje criticada por várias personalidades, entre elas o primeiro-ministro e o presidente do Supremo.

A carregar o vídeo ...



 



A carregar o vídeo ...



Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI