Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Greenspan: Taxas de juro negativas são "contra produtivas"

O antigo presidente da Fed defende que taxas de juro excessivamente baixas afectam o modelo de investimento. Por isso, aponta, estas acabam por não surtir o efeito desejado. E deixa o alerta de que a economia mundial deverá continuar fraca.

A carregar o vídeo ...
Greenspan: Negative Rates Warp Investment Behavior
André Tanque Jesus andrejesus@negocios.pt 01 de Março de 2016 às 12:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As taxas de juro negativas são contra produtivas. Quem o diz é Alan Greenspan, em entrevista à Bloomberg, salientando que estas deturpam o comportamento dos investidores.

"O grande argumento sobre [os efeitos prejudiciais das] taxas de juro excessivamente baixas por um período de tempo muito longo é que deturpam o padrão de investimento", defende Alan Greenspan. E as taxas de juro são negativas? "Não diria que são perigosas, mas são claramente contra produtivas", atira o antigo presidente da Fed.

E experiência em crises tem o antecessor de Ben Bernanke à frente do maior banco central de mundo. Foi durante o mandato de Alan Greenspan que os países emergentes atravessaram a crise de 1997 e 1998 e rebentou a bolha das "dotcom" em 2000.

Numa altura em que a economia mundial ainda fraqueja, o antigo responsável da Fed não está optimista. Na entrevista publicada pela Bloomberg esta terça-feira, 1 de Março, Alan Greenspan é taxativo: "Basicamente, estamos em problemas porque a produtividade está parada". "O investimento em capital real está muito abaixo da média. Porquê? Porque os empresários estão muito incertos quanto ao futuro", conclui.

Ver comentários
Saber mais Alan Greenspan taxas de juro negativas taxas de juro Reserva Federal dos EUA política monetária economia
Outras Notícias