Política Quem está na reunião de emergência do Governo?

Quem está na reunião de emergência do Governo?

António Costa partilhou no Instagram uma imagem da reunião de emergência do governo, devido à decisão no Parlamento sobre o tempo de serviço a recuperar aos professores.
Sábado 03 de maio de 2019 às 12:30

O Governo partilhou esta manhã uma imagem da reunião extraordinária de emergência de coordenação política. "Na sequência das decisões tomadas ontem pela Comissão Parlamentar de Educação e Ciência, convoquei para esta manhã uma reunião extraordinária do núcleo de coordenação política do Governo, com a presença do Ministro da Educação", lê-se na legenda.


Na imagem, surgem Duarte Cordeiro, secretário de Estado adjunto e dos Assuntos Parlamentares; Mário Centeno, ministro das Finanças; Vieira da Silva, ministro do Trabalho e da Segurança Social; Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do PS; o ministro da Economia, Pedro Siza Vieira;  a ministra da Presidência, Mariana Vieira da Silva; o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues; Francisco André, chefe de gabinete de António Costa, e Tiago Antunes, secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros (entre Pedro Nuno Santos e Siza Vieira). 

O parlamento aprovou na quinta-feira - com os votos contra do PS - uma alteração ao decreto do Governo estipulando que o tempo de serviço a recuperar aos professores serão nove anos, quatro meses e dois dias.

O Governo e o PS têm considerado que a solução agora aprovada pelo parlamento terá "pesado" impacto financeiro nas contas públicas, entre 600 e 800 milhões ao ano, apresentando também problemas de constitucionalidade.

Depois de mais de um ano de negociações entre sindicatos e Governo, o executivo aprovou um diploma que previa a recuperação de menos de três anos de serviço e que foi esta quinta-feira alvo de alterações.

Na reunião de quinta-feira ficou estabelecido que os cerca de dois anos e nove meses serão recuperados em 2020, com efeitos retroativos a janeiro deste ano.

Já a forma de recuperação dos restantes seis anos e meio ainda será alvo de negociação entre o Governo e os sindicatos de professores.



pub

Marketing Automation certified by E-GOI