Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Rosto da oposição a Putin condenado a cinco anos de prisão

Alexei Navalni, blogger popular e um dos rostos que lidera os protestos contra o presidente da Rússia, foi condenado a cinco anos de prisão por desvio de fundos de uma empresa pública.

Inês Balreira inesbalreira@negocios.pt 18 de Julho de 2013 às 13:25
  • Assine já 1€/1 mês
  • 10
  • ...

O principal rosto da oposição a Vladimir Putin foi condenado esta quinta-feira a cinco anos de prisão por ter desviado 16 milhões de rublos ( 376 mil euros) em madeira da KirovLes, uma empresa estatal russa.

 

Alexei Navalni, advogado e conhecido blogger na Rússia, tem dedicado os últimos anos a denunciar no seu blogue o que considera ser a falta de transparência e a prática de corrupção no seio do partido do poder, o Rússia Unida, de Vladimir Putin.

 

Em Julho de 2012, o activista foi acusado pela Comissão de Investigação da Rússia (SK, na sigla russa) de desvio de fundos. No mesmo mês, Navalni havia publicado no seu blogue vários documentos sobre negócios não declarados mantidos na República Checa pelo presidente do SK.

 

Desde o início do processo, Navalni negou ser responsável por qualquer desvio de fundos, afirmando que o processo movido contra si era uma vingança do Kremlin por ter revelado alegadas actividades corruptas no Rússia Unida, e na campanha eleitoral que acabou por dar a vitória a Putin em 2012. Segundo Navalni, o próprio Putin terá orientado pessoalmente as investigações.

 

“Não sintam a minha falta”, escreveu Navalni na sua conta do Twitter após ser conhecida a sentença. “A coisa mais importante é não ficar parado”, afirma o activista.  

 

Navalni era candidato à câmara municipal de Moscovo nas próximas eleições de Setembro e concorria contra Sergei Sobianin, aliado de Putin. Apesar de estar a ser julgado, a comissão de eleições de Moscovo aceitou esta quarta-feira a candidatura de Alexei Navalni. O gestor de campanha do advogado afirmou já esta quinta-feira, na sequência da condenação, que Navalni deverá retirar a sua candidatura à câmara de Moscovo.

 

“O Alexei sabia muito bem que ia ser condenado e com uma pena longa”, afirmou a sua esposa, Yulia, aos jornalistas no final do julgamento, refere a Bloomberg.

 

Navalni é o segundo grande opositor de Putin a enfrentar uma pena de prisão desde Mikhail Khodorkovsky, dono da petrolífera Yukos e, outrora, um dos homens mais ricos da Rússia.

 

Khodorkovsky reagiu já à condenação de Navalni, dizendo que a condenação do activista era “previsível e inevitável”. “Na Rússia é perfeitamente normal condenar oponentes políticos”, afirma Khodorkovsky.

 

O antigo magnata foi detido em 2003 depois de formar um partido da oposição e está a cumprir uma pena de 13 anos, tendo sido condenado por dois crimes de fraude e evasão fiscal. Em Dezembro do último ano, um tribunal de Moscovo reduziu-lhe a pena para 11 anos.

 

A condenação de Navalni teve um impacto imediato nos mercados. O rublo está a desvalorizar face ao dólar e o principal índice bolsista russo, o Micex, transacciona ao nível mais baixo em mais de três semanas, depreciando actualmente 1,25% para 1.413,94 pontos.

Ver comentários
Saber mais Putin Rússia corrupção Navalni
Outras Notícias