Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

UGT: Governo está no "bom caminho"

O secretário-geral da UGT, Carlos Silva, afirmou hoje que o Governo está no "bom caminho" na elaboração do Orçamento do Estado para 2018, que introduz um "horizonte de esperança" para o próximo ano.

A UGT é um parceiro social responsável que sempre defendeu e valorizou a sua intervenção político-sindical através do diálogo e da negociação, como formas de promover a paz social, a defesa dos direitos dos trabalhadores, a qualidade do emprego e um patamar de desenvolvimento sustentável. 2017 é um ano de Congresso para a UGT, mas é também momento de comemorar a concertação e o diálogo social à escala planetária com os 100 anos da OIT sob o lema do Trabalho Digno. É fundamental ter em conta os desafios da digitalização da economia, para que seja possível criar empregos de qualidade e reivindicar a decência nas relações de trabalho. A UGT acredita que, encetada esta nova fase para Portugal, provando 'urbi et orbi' que é possível fazer diferente e que há alternativa à austeridade, Portugal cumprirá com os compromissos internacionais e prosseguirá o caminho da valorização do trabalho e da sensibilidade social.
Lusa 11 de Outubro de 2017 às 14:45
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

"A UGT vê com bons olhos o Orçamento do Estado (OE). O país está num caminho de crescimento, no bom caminho, um caminho de sensibilidade social, que era uma lacuna nos anos anteriores, de austeridade", afirmou o líder da central sindical, que hoje foi recebida pelo primeiro-ministro, a propósito da Conferência Internacional sobre o Futuro da Europa, organizada pela UGT.

 

Após o encontro com António Costa, Carlos Silva, questionado pelos jornalistas acerca do OE que está a ser preparado, disse ainda: "O Governo está no bom caminho. O orçamento não é o nosso orçamento, nem tem de ser, mas é um orçamento que nos dá um horizonte de esperança para o próximo ano e para os próximos anos".

 

O secretário-geral da UGT reagiu ainda à marcação pela CGTP de uma manifestação nacional para 18 de Novembro, para dizer que cada organização sindical tem o seu calendário e que a UGT entende que o OE é um orçamento "de crescimento" e que "abre boas perspectivas" de reforço da convergência.

 

"A liberdade dos outros não conflitua com a liberdade da nossa central sindical", acrescentou, defendendo que a UGT não tem de estar de acordo ou desacordo com a CGTP.

 

"Para a UGT importa a paz e a estabilidade. Mas, enquanto parceiro social, mantendo a pressão para que o Governo cumpra com o que se comprometeu no seu programa de governo", concluiu.

 

A proposta de Orçamento do Estado é entregue pelo Governo no parlamento na sexta-feira.

 

Ver comentários
Saber mais Orçamento do Estado António Costa primeiro-ministro Carlos Silva
Mais lidas
Outras Notícias